Professores e bibliotecários da Ufam participam da sessão alusiva ao Dia do Bibliotecário na Aleam

 
Por Sebastião de Oliveira
Equipe Ascom

Na tarde de terça-feira, 12, a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) realizou sessão especial alusiva ao Dia do Bibliotecário, em que reuniu professores e técnico-administrativos em Educação (TAE) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), além de representantes de entidades e instituições de ensino e de pesquisa do Estado do Amazonas. A sessão foi promovida pelo Deputado Serafim Corrêa (PSB/AM).

Na solenidade, estiveram presentes a coordenadora do curso de Biblioteconomia da Ufam, professora Deyse Botelho; a diretora do Sistema de Bibliotecas da Ufam em exercício, Milene Vale; a coordenadora do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Jeane Alves; a vice-presidente da Associação de Profissionais e Acadêmicos de Biblioteconomia do Estado do Amazonas e professora da Ufam, Guilhermina Terra; a representante do Sistema de Bibliotecas do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Layde Queirós; e o presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia da 11ͣ  Região, Jean Racene.

Na ocasião, a coordenadora da graduação em Biblioteconomia da Ufam, professora Deyse Botelho, considerou a homenagem de suma importância para a categoria. “Essa profissão transforma toda uma sociedade quando organiza e mantém a documentação presente na vida dessa sociedade e divulga para dar ao cidadão cada vez mais acesso à informação. Então, é muito importante que a sociedade reconheça esse profissional”, disse a professora.

Segundo a coordenadora, o Brasil está passando por vários problemas na atual conjuntura e a quantidade de informações está fora de controle, dificultando o trabalho do profissional de Biblioteconomia. “Mas hoje, o bibliotecário está presente também no interior do Amazonas, atuando em bibliotecas escolares, nos lugares mais distantes da região. Isso me deixa muito feliz, porque é uma oportunidade de marcar a presença do bibliotecário, orientando o usuário no acesso à informação”, completou a docente.

A diretora em exercício do Sistema de Bibliotecas da Ufam, Milene Vale, acredita que o papel do bibliotecário é de fundamental importância na formação dos acadêmicos da Instituição. Ela afirma que, inclusive com o avanço das novas tecnologias, a biblioteca serve como apoio a docência e aos discentes, pois é nela que a comunidade acadêmica busca o conhecimento profissional.

“Muitos falam que a biblioteca está com seus dias contados, no entanto, enquanto houver demanda por informações, a biblioteca continuará sendo o suporte na organização da informação impressa e eletrônica”, frisou Milene Vale.           

O professor do Departamento de Biblioteconomia da Ufam, Raimundo Martins, acredita que a biblioteca é um equipamento de cultura, destacando a sua capacidade de reservar o conhecimento em todas as épocas, as temáticas, em diferentes matizes de produção e de ideologia.

“É só ir até a biblioteca e recolher aquilo que interessa em que o bibliotecário passa a ser mediador desse processo de cultura e de informação. A partir da necessidade do usuário, o profissional encontra no acervo material mais adequado para atender exatamente o limite daquela necessidade. Nem mais, nem menos”, completa o docente.

Durante o evento, o deputado estadual Serafim Corrêa declarou que o surgimento de novas tecnologias de informação e comunicação são elementos facilitadores e parceiros na execução das tarefas cotidianas dos bibliotecários.

“Nunca a profissão do bibliotecário foi tão útil, e nós não podemos permitir que ocorra uma ruptura com os dados que nós temos armazenados do passado. Pois, enquanto não tivermos a digitalização das bibliotecas, nada vai substituir a necessidade de cada um consultar um livro de papel. A turma nova já vem nesse novo contexto. Nós não podemos esquecer que é nas bibliotecas que temos o nosso passado e teremos o nosso futuro. Nós temos que superar essa transição do impresso para o digital”, disse o deputado.

Data alusiva

O Dia do Bibliotecário é comemorado em 12 de março em todo o território brasileiro, mesma data em que nasceu o bibliotecário, escritor e poeta Manuel Bastos Tigre. Ele é considerado o primeiro bibliotecário concursado do país. A data celebra os profissionais cujo ofício é difundir a informação e o conhecimento, visando a promover um Brasil com mais desenvolvimento cultural e social. O bibliotecário trabalha em bibliotecas ou em centros de documentação, e, para exercer essa profissão, é necessário possuir bacharelado em Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação ou Gestão da Informação