Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas sobre Amazônia > Pesquisadores do Centro de Ciências do Ambiente elaboram Nota Técnica sobre causas, consequências e medidas mitigadoras relacionadas às queimadas e mudanças climáticas no Amazonas
Início do conteúdo da página

Pesquisadores do Centro de Ciências do Ambiente elaboram Nota Técnica sobre causas, consequências e medidas mitigadoras relacionadas às queimadas e mudanças climáticas no Amazonas

Acessos: 3295

Os cientistas também promovem a campanha SOS Amazonas de arrecadação de alimentos, água e itens de higiene pessoal para as populações mais atingidas pelos efeitos da seca histórica no Estado

 

 Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

Pesquisadores do Centro de Ciências do Ambiente da Universidade Federal do Amazonas (CCA/ Ufam) divulgaram, na manhã desta segunda-feira, 6, uma Nota Técnica sobre causas, consequências e medidas mitigadoras relacionadas às queimadas e mudanças climáticas no Amazonas.

Na Nota Técnica, os cientistas atribuem a crise climática no Amazonas à política promovida pelos últimos governos do estado de incentivo ao desmatamento e, consequentemente, às queimadas, baseada em uma concepção predatória, que entende a natureza como mero depósito de recursos a serem saqueados sem qualquer preocupação com a sustentabilidade. 

 

Crise climática

O diretor do CCA, professor Eron Bezerra, afirma que, há tempos, os cientistas já alertavam para as consequências de desmatamentos e queimadas na região amazônica e destaca como a Universidade ajuda a enfrentar os problemas de forma concreta. “Historicamente, o Amazonas era um dos estados que menos desmatava e menos queimava. Nos últimos governos ficou entre os estados brasileiros que mais desmata e mais queima a floresta. Além das queimadas, há o El Niño como fator de agravamento dessa questão, que explica a redução das chuvas na região e, consequentemente, a crise hídrica. Isso tudo combinado resulta no caos que estamos vivenciando e nosso desafio diante desse cenário é sensibilizar a maior parte da população e de nossa própria comunidade de que isso é sério e é grave e que medidas mitigadoras podemos adotar para o problema”, comentou o climatologista, que viaja, ainda nesta segunda-feira, para João Pessoa para proferir palestra sobre mudanças climáticas no Simpósio Internacional de Meteorologia.

Segunda rodada

A Nota Técnica também destaca as consequências da aspiração da fumaça tóxica por um período prolongado. “Não é preciso ser especialista em climatologia ou especialista em doenças respiratórias para compreender que uma pessoa que começa a inalar e receber toneladas de gás contaminado terá problemas de toda natureza, na pele, nos olhos, nas narinas, nos pulmões”. Para discutir o assunto, no próximo encontro, 13 de novembro, os climatologistas se reúnem com especialistas da área de saúde e serviço social para discutir demais medidas concretas de combate à crise climática.

Confira a Nota Técnica na íntegra:

 

Campanha SOS Amazonas

Considerando que a situação ocasionada pelas queimadas piora por coincidir com o período da estiagem no Norte do país, os pesquisadores do Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia também promovem a Campanha SOS Amazonas para arrecadar alimentos, água e itens de higiene pessoal para entregar para a Comunidade São Sebastião, uma das populações afetadas pelos efeitos da seca histórica que atinge o Amazonas. “A comunidade foi escolhida com base na lista de comunidades afetadas da Defesa Civil e é uma ação dos discentes de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia (Mestrado e Doutorado)”, afirma Thaís Alves, doutoranda do PPGCASA.

 

 

Interessados em colaborar com a campanha podem entregar alimentos e itens de higiene pessoal no Centro de Ciências do Ambiente, setor Sul do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho ou enviar Pix para fabíO endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página