Ufam comemora ‘Dia do Estudante’ com o evento Relashow

 
Por Juscelino Simões
Equipe Ascom

Para comemorar o ‘Dia do Estudante’, 11 de agosto, o Departamento de Assistência Estudantil da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Daest/Progesp), em parceria com outros setores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), promove a II Semana do Estudante Ufam, nesta quinta e sexta-feira, 9 e 10 de agosto.

As atividades ocorrem entre 9 e 21h, no Centro de Convivência, no setor Norte do Campus, tendo como pano de fundo a promoção de espaços de convivência por meio das ações recreativas. A comemoração tem o apoio dos centros acadêmicos da Universidade, da Assessoria de Comunicação (Ascom), do Departamento de Materiais e do Projeto Ludorama da Pró-Reitoria de Extensão (Proext).

O evento terá atividades culturais e de lazer com o objetivo de fortalecer as relações de convivência e respeito interpessoal dos estudantes. Este ano, o tema escolhido é 'Relashow' (sugestão dos  representantes estudantis, ou seja, dos centros acadêmicos dos cursos) e terá variada programação.

Colaboração

Esta proposta está inserido num plano de trabalho que vem sendo construído pelos profissionais da Coordenação de Desenvolvimento Estudantil (CDE/Daest) e está prevista no calendário acadêmico.

O projeto, iniciado em 2017, teve grande participação entre os estudantes nas atividades realizadas. Este ano, a parceria com o Projeto Ludorama (Poext) vai auxiliar na promoção do torneio de jogos. 

A diretora do Departamento de Assistência Estudantil, Mônica Cristina Barbosa, afirmou que, este ano, espera uma participação ainda mais efetiva em razão da solicitação que o Daest fez para a direção das unidades acadêmicas de liberar os discentes e da ampliação das atividades culturais.

“O diferencial para este ano é que solicitamos a liberação dos alunos para participarem das atividades, a parceria com o projeto Ludorama e shows de talentos com bandas dos estudantes. São dois dias que estaremos promovendo ações que se inserem em atividades extraclasses. São momentos de relaxamento, envolve uma ação acadêmica que trabalha a saúde mental do aluno por meio de atividades culturais”, afirmou a diretora.

A coordenadora de Desenvolvimento Estudantil da Progesp, Jeane de Amorim Freire, destacou que o setor, em parceria com os centros acadêmicos da Ufam, realiza o evento com o objetivo de disseminar ações de lazer, de recreação, importantes para a saúde mental do aluno. “Em parceria com os centros acadêmicos da Ufam estamos realizando a ‘II Semana do Estudante da Ufam’ que tem como protagonista, na organização do evento, os estudantes. Foram eles que deram as sugestões do tema, da programação, das atividades que serão realizadas. O tema escolhido pelos estudantes foi ‘Relashow’, que busca promover atividades recreativas (lazer, culturais), que são importantes para saúde mental. O índice de estudantes que estão doentes é grande. O que recebemos de alunos no nosso Departamento com queixa de sofrimento psíquico é algo alarmante. Promover essas atividades de relaxamento é de fundamental importância para alterar esses índices”, disse Jeane Freire.    

A estudante do 6º período do curso de Biblioteconomia da Ufam, Luciane Costa, ressaltou que esse tipo de evento corresponde à expectativa. "A carga de cobrança diária é grande e sair de sala de aula para participar de uma atividade de lazer é sempre interessante", disse. “Acredito que o evento corresponde à expectativa dos estudantes porque propõe atividades recreativas fora da sala de aula. Nunca esperamos que se façam atividades deste tipo, que aproximem os alunos. É importante saber que a Ufam está atenta a esse tipo de promoção. São seis meses de aula com carga horária bem intensa”,completou a estudante.

“O aluno não é só parte teórica, só sala de aula, ele necessita de outras atividades. Acho legal interagir com alguns temas que saem do cotidiano da sala de aula. É interessante vivenciar outros conteúdos que não temos no currículo”, afirmou a estudante do curso de Engenharia Civil da Ufam, Rúbia Tayná Gomes de Souza.  

 

Origem do Dia do Estudante

Tudo começou em 11 de agosto de 1827, quando o Imperador D. Pedro I instituiu no Brasil os dois primeiros cursos de ensino superior do país, nas áreas de ciências jurídicas e ciências sociais, nas cidades de São Paulo e Olinda.

Na comemoração dos 100 anos do curso de Direito, em 1927, o advogado Celso Gand Ley, um dos participantes da celebração, propôs que o dia 11 de agosto ficasse registrado como o Dia Nacional do Estudante.

Esta data também possui outro significado bastante importante para a classe, pois em 11 de agosto de 1937 nascia a União Nacional de Estudantes (UNE), que protege os direitos e deveres de todos os alunos do país.