Encontro de Avicultura apresenta projetos de iniciação científica

O segundo dia do Encontro de Avicultura, promovido pelo curso de Zootecnia da Faculdade de Ciências Agrárias, teve na programação, a apresentação dos resultados de dois projetos iniciação científica voltados à experimentação de resíduos de dendê e buriti - palmeiras encontradas em abundância na região - para fabricação de ração suplementar ou alternativa de  frangos e poedeiras.

De acordo com o professor da Faculdade e coordenador do setor de Avicultura, professor Frank George Guimarães, a região Amazônica como um todo oferece uma leva de frutas, tubérculos e palmeiras locais inexplorados cientificamente.

“Nossos jovens pesquisadores devem valorizar a matéria-prima existente na região, uma vez que, além de ser encontrada em boa parte do território, é economicamente viável”, garantiu o professor.

As pesquisas, fomentadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeam) e CNPq pertencem, respectivamente, aos alunos Ewerton de Souza Tanaka e Marina de Almeida Nogueira e foram defendidas no auditório da FCA.  

Apresentações

Aluno-pesquisador Ewerton Tanaka Aluno-pesquisador Ewerton Tanaka

A pesquisa do estudante Ewerton de Souza Tanaka dá uso eficiente ao resíduo do buriti, fruto da palmeira encontrada em abundância na comunidade Santo Antônio do Abonari, no quilômetro 200, da BR-174. Na localidade, todo resíduo era despejado na mata logo depois de extraído seu óleo para produção de cosméticos.

“O descarte era feito de forma irregular: quando não era jogado por entre as arvores, era queimado e, nós, a partir da pesquisa, conseguimos dar aproveitamento a 35 do total de 50 quilos do resíduo para fabricação de ração suplementar”, ressaltou o jovem pesquisador.  

O estudante explicou que a produção é maior no período de entressafra, quando é possível fabricar o alimento para substituir até 25% de toda ração fornecida aos animais. “Os meses de dezembro a junho são os de entressafra, mas mesmo fora desse período, ainda é possível contar com 5% ou 10% da produção, sem correr riscos de comprometer a qualidade da carne e dos ovos quando o milho é substituído pelo farelo do buriti”, garantiu, acrescentando. “A ração baseada em resíduo de dendê não substitui o milho, mas representa uma opção viável pelo fato de baratear as despesas com a alimentação dos bichos”, disse.

A produção da ração, segundo Ewerton, é outro fator preponderante. “O processamento é simples, pois requer apenas seleção prévia do material, trituração e peneiração”, resumiu.

Coordenador do evento, professor frank George Guimarães e a aluna-pesquisadora Marina Nogueira Coordenador do evento, professor frank George Guimarães e a aluna-pesquisadora Marina Nogueira

Outra palmeira utilizada nas pesquisas foi o dendê, um alimento energético, encontrado em larga escala na região Norte do País. Essa potencialidade foi, inclusiva, a justificativa para que o trabalho fosse realizado pela aluna Marina de Almeida Nogueira.

“A Amazônia possui mais de 70 milhões de hectares propícios à plantação do dendê e é no Amazonas que está a maior fatia produtiva, com 50 milhões de hectares, mas apenas 39 mil hectares são aproveitados”, criticou.  

O projeto demorou um ano para ser desenvolvido e segundo ela, a ração baseada em resíduo de dendê não compromete negativamente a produção ou a qualidade de ovos. Por ser mais energético, de acordo com seus levantamentos, as aves vão até consumir menos milho e ter mais energia.

“Economicamente também é viável, porque todo milho vem das regiões Sudeste e Centro-Oeste e os preços são variáveis, principalmente quando há falta do produto no mercado. Com a fabricação de ração de dendê, deixaríamos de estar atrelado à importação e ainda geraríamos renda ao produtor”, afirmou.

 

 

 

Ufam homenageia entidades de fomento à pesquisa no III Wopi

O vice-reitor, professor Hedinaldo Lima, concedeu placa comemorativa às instituições que financiam projetos de pesquisa no âmbito do Programa de Pós-graduação em Informática (PPGI); para os representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa); para representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTi/AM) e para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas ( Fapeam), durante a solenidade de abertura do III Workshop de Pesquisa em Informática (WOPI). O evento ocorre até sexta-feira, 13, no auditório Rio Javari, da Faculdade de Tecnologia (FT).

Leia mais...

Solenidade de abertura do VIII Encontro de Avicultura ocorreu na manhã desta quarta-feira, 11, na FCA

Abertura do Encontro de Avicultura da Ufam, professor Frank Cruz discursaAbertura do Encontro de Avicultura da Ufam, professor Frank Cruz discursaO Setor de Avicultura da Faculdade de Ciências Agrárias da Ufam realizou nesta manhã, 11, a cerimônia de abertura do VIII Encontro de Avicultura: novas tecnologias na produção avícola. A mesa de abertura contou com a participação do vice-reitor da Ufam, Hedinaldo Lima, do coordenador geral do evento e do setor de Avicultura da FCA, professor Frank George Guimarães Cruz, do diretor da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), Néliton Marques, do secretário de Estado da Produção Rural, Eron Bezerra, da diretora da Facex, da Proexti, Lilyanne Rocha Garcez, do coordenador do curso de Zootecnia da Ufam, Fábio Jacó e, da coordenadora do curso de Ciências Agrárias da Ufam, Luciana Souza.

O vice-reitor Hedinaldo Lima desejou boas vindas aos presentes e ressaltou a importância do evento na melhoria do setor na região. Fez um breve comentário sobreVice-reitor na abertura do Encontro de AviculturaVice-reitor na abertura do Encontro de Avicultura a presença de alguns membros da mesa, que fizeram parte do histórico da FCA, e, desejou um bom trabalho a todos os participam do Encontro.

Em seguida o diretor da FCA, Néliton Marques, destacou a importância do setor de Avicultura no desenvolvimento de novas tecnologias e das dificuldades na criação de uma cultura de atuação nesse setor. “Não é fácil construir uma agenda como essa. O avanço tecnológico só foi possível pelo esforço do professor Frank Cruz. A direção da FCA sempre estará à disposição do projeto no que for necessário”.  

O secretário de Estado da Produção Rural, o professor licenciado do quadro da FCA, Eron Bezerra, fez um breve histórico da FCA. Ressaltou a presença de vários professores do quadro da Faculdade na cerimônia e, elogiou o empenho do professorSecretário de Estado da Produção Rural Eron BezerraSecretário de Estado da Produção Rural Eron Bezerra Frank Cruz, na criação do setor de Avicultura da Ufam há 25 anos. “Quando se produz tecnologias ocorre resistência. Ninguém acreditava que a introdução de uma nova técnica na avicultura regional pudesse dar certo. O projeto da FCA sofreu resistência dentro da Ufam, quanto fora. A inovação mexe com muitos interesses e passa a ser classificada como ineficiente por alguns”.

O coordenador do VIII Encontro de Avicultura, professor Frank Cruz, agradeceu a presença das autoridades, de estudantes e de produtores regionais que participam do evento. “Temos várias gerações reunidas aqui. A criação do Encontro de Avicultura é resultado da grande produção de trabalhos científicos na área. Precisamos mostrar para a sociedade essa produção científica. Por isso surgiu à ideia de criar um evento que reunisse produtores, pesquisadores e estudantes”. Frank Cruz também falou sobre o setor de Avicultura da Ufam, criado há 25 anos “é preciso ter sentido de equipe. Sem os estudantes eu não estaria aqui comemorando os 25 anos do setor de Avicultura da Ufam. Os alunos é que nos estimulam a continuar”. Disse que a instalação de um gerador, na estrutura da unidade, vai ampliar as pesquisas. “O setor de Avicultura é o setor de ponta do agronegócio”.

Na sequência da programação do evento ocorreu a palestra do professor Frank Cruz sobre os 25 anos do Setor de Avicultura. O professor exibiu fotos do início da construção dos prédios, mostrou algumas personalidades (nas fotos) que contribuíram, contou histórias e apresentou um vídeo.

Em seguida o professor Bernardo Berenchtein, do Instituto de Ciências Sociais Palestrante Bernardo Berenchtein do ICSEZ de ParintinsPalestrante Bernardo Berenchtein do ICSEZ de ParintinsEducação e Zootecnia (ICSEZ/Ufam) de Parintins, ministrou o minicurso “Aditivos na alimentação de aves”. Os aditivos são utilizados para tirar a toxicidade da alimentação das aves fazendo com que ocorra uma melhor produção. O minicurso teve continuação na parte da tarde.

O estudante, finalista do curso de Ciências Agrárias da Ufam, Luciano Melo de Araújo disse que é importante participar de um Encontro em que vão ser apresentados, vários temas sobre Avicultura “é importante participar do Encontro porque agrega conhecimento em minha formação”.

Estudante Luciano MeloEstudante Luciano MeloO evento prossegue nesta quinta-feira, 12, pela manhã e a tarde com a continuação do minicurso “Aditivos na alimentação de aves”, e apresentação de pesquisas de estudantes da FCA, seguidos de debates. Na sexta-feira, dia 13, apresentações de trabalhos, pela manhã, e, sessões de vídeos, mesa redonda, homenagens e um coquetel de encerramento, na parte da tarde.