PET Biologia da Ufam representa grupos do Amazonas no IV Encontro de PETs da Região Norte

Petiana Juliana VasconcelosPetiana Juliana VasconcelosTexto: Grupos PET da Ufam
Edição: Cristiane Souza

O IV Encontro da Região Norte dos Grupos do Programa de Educação Tutorial – IV Norte PET, ocorre na capital do Acre, Rio Branco, hoje e manhã, 25 e 26 de abril, na Universidade Federal do Acre (UFAC). Os grupos que integram o PET no Amazonas (Integra PET) se mobilizaram junto aos tutores para viabilizar a ida de pelo menos um representante para o evento. Três petianos de diferentes grupos se disponibilizaram e Juliana Vasconcelos, do PET Biologia, foi a eleita para representar os grupos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O Integra PET tem o objetivo de reunir os diversos grupos, debater temas que sejam de importância para o progresso do Programa na Região, promover e possibilitar a produção científica em diversas áreas do conhecimento, além de ser um preparo para o Encontro Nacional dos Grupos PET (ENAPET), maior evento promovido pelos grupos do País.

A estudante Juliana Vasconcelos já teve a oportunidade de participar do EnaPET 2018, em Brasília e, por ora, ela vê no NortePET uma oportunidade de conhecer os trabalhos de outros grupos, além da possibilidade de interação com outros petianos. “É um privilégio representar a nossa Universidade num evento da região Norte e poder assumir a responsabilidade de representar o Estado e a Universidade como discente e, principalmente, como petiana, pois também estarei representando os grupos PETs da Ufam”, expõe a acadêmica de Biologia.

Integração e Interação

Da direita pra esquerda: Marcos, do Pet Biologia; Sâmela, Kamille e Isys, as três do Pet Florestal.Da direita pra esquerda: Marcos, do Pet Biologia; Sâmela, Kamille e Isys, as três do Pet Florestal.O Programa de Educação Tutorial foi idealizado pelo Ministério da Educação e é desenvolvido em diversas Instituições de Ensino Superior no Brasil. O objetivo do programa é alinhar os pilares Ensino, Pesquisa e Extensão, agregando à formação acadêmica dos integrantes.

Devido à necessidade de comunicação entre os grupos PETs do Amazonas, em 2018 surgia o chamado IntegraPET, que promove reuniões mensais para debater propostas de cumprimento da filosofia de promoção da visibilidade. Deste modo, a presença do Amazonas no NortePET se faz primordial neste momento de consolidação do movimento.

Kamille Vieira, do PET Engenharia Florestal e tesoureira do IntegraPET fala um pouco sobre isso: “O ideal seria que todos os PETs pudessem ir aos eventos regionais e nacionais. Esses eventos são uma forma de integrar, fortalecer e decidir demandas importantes. A representatividade dos grupos PETs da UFAM se faz importante no NORTEPET por justamente demonstrar que há interesse nosso em integrar, interagir e fortalecer nossos grupos”.

Atualmente, o IntegraPET é composto por 16 grupos pertencentes a UFAM e ao IFAM, que promovem entre si atividades interdisciplinares, além de eventos como o ConectePET, que é uma feira de apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos grupos e o InterPET, reunião geral realizada duas vezes por ano com todos os PETs e seus respectivos tutores. O lema do movimento é: "Integrar é resistir".

HUGV/Ebserh recebe R$ 2.246.560,88 do Rehuf para custeio e equipamentos

Por Hanna Assante
Supervisionada por Alberto Fermin
 
O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), recebeu no dia 4 de abril, R$ 2.246.560,88 do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) para investimentos e custeio do hospital.
 
Desse total, o HUGV/Ebserh destinará R$ 499.014,03 para a compra de equipamentos oftalmológicos, visando aumentar a qualidade da residência médica e do atendimento ao paciente e para a aquisição de poltronas para o setor de nefrologia, para reiniciar o serviço de hemodiálise no hospital e dar um maior acolhimento aos pacientes que utilizam este serviço. Os demais R$ 1.747.546,85 serão utilizados no pagamento dos serviços prestados ao hospital como: alimentação, lavanderia, entre outros.
 
O Gerente de Atenção à Saúde do HUGV, dr. Luiz Carlos de Lima, afirma que o dinheiro será aplicado para melhorar o padrão de atendimento da população. “A verba é essencial para continuarmos aperfeiçoando os atendimentos no HUGV e ainda proporcionar um melhor campo de prática para os residentes e para as pesquisas. O nosso foco é facilitar e melhorar cada vez mais os serviços oferecidos à população”. 
 
Sobre a Rede Hospitalar Ebserh
 
Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.
 
Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.​

Ceteli realiza processo seletivo para o Programa Quali-Pim-Cap

Sebastião de Oliveira
Equipe Ascom/Ufam 

Ao todo 18 vagas estão disponíveis, sendo 9 para cada subáreas de Automação de Processos Industriais e de Otimização da Produção Industrial, respectivamente, para ampla concorrência. As inscrições ocorrem até 3 de maio de 2019 e serão realizadas de forma online pelo  link https://bit.ly/2UCD4Hh ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

O Programa de Capacitação de Recursos Humanos para o Polo Industrial de Manaus em Automação e Otimização de Processos e Produção Industriais (Programa Quali-Pim-Cap) tem a carga horária de 240 horas. Podem concorrer técnicos, tecnólogos e engenheiros da área de eletrônica e afins, que atuam em indústrias do PIM ou aqueles que já atuaram e que necessitam se requalificar para buscar oportunidade de retorno ao mercado de trabalho.

Esse programa é executado pelo Centro de P&D em Tecnologia Eletrônica e da Informação da Universidade Federal do Amazonas (Ceteli/Ufam) e faz parte do portfólio de cursos do  Programa Prioritário de Formação de Recursos Humanos  Capda/Suframa, coordenado pela Fundação Muraki e financiado com recursos da Lei de Informática.  Assim, o curso é inteiramente gratuito para o candidato selecionado que ocorre de maio de 2019 a outubro de 2020, das 18h às 21h, na sede do Ceteli, localizado no Setor Norte do Campus Universitário.

O Programa objetiva qualificar Recursos Humanos para o Polo Industrial de Manaus (PIM), a partir da vertente de  capacitação e desenvolvimento profissional, nas subáreas de automação de processos industriais otimização da produção industrial, por meio da oferta de conhecimentos teórico-práticos em automação e otimização de processos e produção industriais na forma de cursos extracurriculares.

O que é o Quali-Pim-Cap?

No contexto Universitário, o Projeto Quali-Pim-Cap, se enquadra como um Projeto de Extensão Universitária, ou seja, “trata-se de uma atividade de ensino, não prevista pelas ações regulares da graduação ou da pós-graduação, que visam atender às necessidades de uma comunidade ou a demandas específicas de capacitação extracurricular”, neste caso visa atender a demandas especificas de capacitação de RH do Polo Industrial de Manaus.

Quem pode concorrer?

Profissionais que atuam ou já atuaram no PIM e que necessitam se requalificar para buscar oportunidade de retorno ao mercado de trabalho. O perfil de formação necessário é apresentado a seguir:

Para a subárea 1: técnicos, tecnólogos e engenheiros da área de eletrônica e afins;

Para a subárea 2: técnicos, tecnólogos e profissionais de nível superior com atuação comprovada na área de produção e qualidade industrial.

O candidato pode concorrer a vagas nas duas subáreas?

Como os cursos não são simultâneos, os candidatos que atenderem os requisitos de ambas as áreas e desejarem concorrer a uma vaga em cada subárea poderão se inscrever em ambas. É necessário, no entanto, que aponte a subárea prioritária.

Critérios de aprovação no programa:

O critério de aprovação do aluno em cada curso é a sua média final ser maior ou igual a sete e que o mesmo tenha frequência igual ou superior a 75% da carga horária de curso.

Ao final do PROGRAMA o aluno que lograr êxito em todos os cursos de sua subárea receberá Certificado de Participação com aproveitamento, emitido pela Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal do Amazonas (Proext/Ufam).