Reitor participa de evento para a criação do Sistema Municipal de Áreas Protegidas

Por Sebastião de Oliveira
Equipe Ascom Ufam

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio-Ambiente, 5 de junho, o reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), professor Sylvio Puga, participou na  tarde de terça-feira, 4, no auditório do Parque Municipal do Mindu, do lançamento do Grupo Técnico Interinstitucional que instituirá o Sistema Municipal de Áreas Protegidas, da assinatura do Decreto que altera o nome da Área de Proteção Ambiental (APA) da para APA Manáos e do lançamento da Campanha de Combate às Queimadas Urbanas.

Na ocasião, o professor Sylvio Puga saudou o prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto que estava acompanhado pela primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro, e demais autoridades que compuseram a mesa de abertura. O reitor da Ufam disse estar feliz em participar do evento comemorativo ao Meio Ambiente. Ele recordou que, na Universidade, composta por uma área aproximada de 600 hectares, o cotidiano institucional é de uma comunidade que preserva o Sauim de Manaus, símbolo da capital amazonense.

“É naquela área onde ele encontra o seu local, seu habitat para que possa viver, crescer, se reproduzir e fazer com que essa espécie, no passado ameaçada de extinção, resista. Graças ao trabalho do prefeito de Manaus e de sua equipe, nós podemos dizer que, hoje, o Sauim tem, na Universidade, uma área de proteção que está ampliada, exatamente com a criação dessa nova Área de Proteção Ambiental (APA), propiciando à espécie um  adensamento para que possa efetivamente povoar as áreas de proteção do município.

A nova área, denominada APA Manáos, abrange outras áreas que fazem parte do Corredor Ecológico de Manaus. Em continuidade, o reitor relatou que, há alguns anos, se tinha sido colocado uma rede de proteção na estrada do Campus Universitário para facilitar a travessia do Sauim-de-Manaus. Segundo ele, toda vez que passava naquele perímetro, observava o local em que é comprovado através de pesquisas que as espécies sabem se proteger do Homem. Em seguida, o reitor parabeniza a gestão do Prefeito de Manaus e sua equipe por ampliar a APA que de acordo com ele, dará mais vida ao símbolo da cidade de Manaus.

“A área que fica localiza a Ufam tem um papel decisivo no esforço de preservação ambiental e da proteção do Sauim, símbolo da cidade e endêmico do município. Para a Universidade, desempenhamos um papel importante não somente para o equilíbrio ecológico da área do município, como também na preservação do símbolo da cidade, o sauim de coleira, nome original, mas chamado atualmente de Sauim-de-Manaus”, completou o reitor Sylvio Puga.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, cumprimentou o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, e demais autoridades. Em seu pronunciamento, o prefeito Arthur Neto disse que as autoridades que integravam a mesa de abertura, que há um ano, tinha sido assinado o decreto que visava à proteção da espécie, permitindo estabelecer corredores ecológicos seguros, o qual venceu dificuldades opostas às áreas da especulação imobiliária.

O prefeito disse ainda que essa ação se cristalizou se estende para APA Manáos, território da Ufam, e lançando grupo técnico institucional que cria o Sistema Municipal de Áreas Protegidas. No final, ele declarou aberto o mês comemorativo ao Meio Ambiente.

Além do reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, do prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto, e da primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro, estiveram presentes o titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Jr., o representante do Ministério Público de Contas, procurador Ruy Marcelo Mendonça, entre outras autoridades.