Núcleo de atividades integradas da Ufam avalia estratégias para prevenção do consumo de açúcar entre crianças

Texto: Núcleo de atividades integradas/Ufam
Edição: Ascom/Ufam

Nos dias 11 e 12 de março, o Núcleo de Atividades Integradas o Instituto de Ciências Biológicas realizou treinamento do estudo multicêntrico, que consiste na avaliação da efetividade de estratégias aplicadas na prevenção de consumo de açúcar e de alimentos ultraprocessados no primeiro ano de vida em três regiões do Brasil. O trabalho foi coordenado pela docente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (FM/Ufam) e membro do Núcleo, Celsa Souza.

O treinamento foi ministrado pela professora Márcia Regina Vítolo, da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e coordenadora do estudo, especialista na avaliação do impacto de programas na área de nutrição durante a gestação, infância e aleitamento materno, e pelas doutorandas Paula Leffa e Julia Valmórbida.

O primeiro dia de treinamento foi na Maternidade Estadual Balbina Mestrinho, com a finalidade de realizar práticas a serem aplicadas em campo, estas voltadas à antropometria da mãe e do bebê.  No segundo dia, as atividades ocorreram no auditório do Bloco 01 do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), localizado no Setor Sul do Campus Universitário, tendo como foco as estratégias de aplicação do Inquérito Alimentar da mãe e do bebê.

A atividade é financiada pelo Ministério da Saúde, pelo CNPq/MS/SCTIE/DCIT/SAS/DAB/CGAN 13/2017, e tem o intuito de capacitar a equipe da Região Norte.

Estudo multicêntrico

Trata-se de um estudo de campo que tem o objetivo geral de avaliar a efetividade das informações quanto à alimentação no primeiro ano de vida. Dentre os objetivos específicos estão: avaliar o impacto da intervenção no tempo de aleitamento materno exclusivo, o consumo de açúcar e alimentação complementar e a prevalência de cárie precoce na infância. Além disso, busca ainda avaliar o ambiente alimentar da família e a prevalência de anemia nas crianças com 12 meses de idade.

 O estudo irá ocorrer em três regiões do Brasil – Norte, Nordeste e Sul – e tem como base de suas orientações 'Os dez passos para alimentação e hábitos saudáveis'. O projeto acontece simultaneamente com as com as Universidades Federais da Bahia, Porto Alegre e Amazonas.