Ufam conquista novas bolsas de Iniciação Científica pelo PAIC/Fapeam

Equipe da Propesp da Universidade com a direção da FapeamEquipe da Propesp da Universidade com a direção da Fapeam
 
Expectativa da Propesp é obter, nos próximos anos, mais de 500 cotas anuais somente neste Programa de Financiamento
 
Por Cristiane Souza
Equipe Ascom/Ufam

A notícia é boa para a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) – que impulsiona a pesquisa acadêmica ainda durante a graduação, mas é ainda melhor para os 366 pesquisadores de Iniciação Científica que receberão bolsas financiadas pelo Programa de Apoio à Iniciação Científica do Amazonas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (PAIC/Fapeam).

O número de cotas a serem pagas para a Ufam saltou de 280 para 366. Isso significa que, enquanto para os projetos desenvolvidos entre 2017 e 2018 foram ofertadas 280 bolsas, os acadêmicos com propostas aprovadas pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) terão 366 bolsas, ou seja, 30% a mais em um ano – somente da Fapeam – para os projetos a serem realizados entre agosto de 2018 e julho de 2019.

Conforme ressalta a titular da Propesp, professora Selma Baçal, a expectativa é de que, nos próximos dois anos, a Universidade Federal amplie o número de bolsas recebidas da Fundação de Apoio até superar as 570 cotas anuais. “Esse quantitativo era o que a Ufam recebia da Fapeam em 2013. Ao logo dos anos, houve um corte de 50%, mas estamos pleiteando para, inclusive, superar esse número nos próximos anos”, explica a pró-reitora.

“Entendemos a importância de receber tal incentivo para os nossos discentes que se dedicam à iniciação científica, porque eles se preparam desde já para o caminho da pesquisa, o que fortalece a graduação e a pós-graduação”, observa a professora Selma Baçal, ao ponderar, ainda, que é natural haver crescimento da oferta de bolsas, tendo em vista a ampliação do número de vagas e a criação de cursos no ensino superior pela Universidade.

Conquista

A Universidade submeteu a proposta de financiamento PAIC-Ufam 2018/2019 por intermédio da Propesp. Após ter o pedido analisado pela Financiadora estadual, recebeu a confirmação de ter sido contemplada com as mais de 300 cotas pagas a partir de agosto deste ano. Ou seja, houve crescimento de quase um terço em relação ao número de bolsas em comparação à Decisão original (Nº 262/2017), em que haviam sido liberadas 283 cotas para a Ufam.

O diretor do Departamento de Pesquisa, professor Jamal Chaar, também comemora o acréscimo no número de bolsas na modalidade. Elas serão repassadas aos discentes da graduação que solicitaram auxílio financeiro e que atendem aos requisitos da seleção.

Sigfapeam

Na Decisão Nº 330/2018, o repasse das cotas à Ufam foi aprovado pelo Conselho Diretor da Fapeam, e essas bolsas serão alocadas no âmbito do PAIC/AM. No mesmo documento, a Fundação de Apoio comunica os procedimentos a serem adotados a partir de agora: “Este departamento comunica que o sistema Sigfapeam está aberto para a criação e a submissão da proposta no âmbito deste PAIC, Edição de 2018/2019”.

Após a submissão da proposta para ser julgada pela Fapeam e o contato entre a Ufam e a equipe técnica da Fundação de Apoio, a proposta terá status de “em andamento”, o que permite a requisição das bolsas até 15 de julho e o enquadramento a partir de agosto de 2018.