Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Agroufam – Vendas online, agricultura familiar, pirarucu fresco manejado e Outubro Rosa são os destaques da 61ª edição da Feira

Publicado: Terça, 08 de Outubro de 2019, 13h07 | Última atualização em Terça, 08 de Outubro de 2019, 13h19 | Acessos: 334

Guaraná Urupadi, Amigos da Floresta, Campagnolli Sítio e Empório, Yuri Saterê começam vendas online

Nos dias 10 e 11 de outubro, das 7h às 17h, no hall da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (FCA/Ufam), ocorre a sexagésima primeira edição da Agroufam. No mês de outubro, a programação inclui início das vendas online, painel temático sobre a década da agricultura familiar (2019-2028), comercialização de pirarucu fresco manejado e campanha do Outubro Rosa.

A novidade da edição é o início das vendas online, com o serviço de entrega. Os cinco primeiros produtos disponíveis são: Guaraná Urupadi, Amigos da Floresta, Campagnolli Sítio e Empório, Yuri Saterê – Produtos de Medicina Indígena e Delícias da Amazônia. A Agroufam é uma das parceiras do site Onisafra que vende produtos regionais, frescos e direto do produtor. Para comprar basta clicar aqui.

Dentro da programação do Outubro Rosa, no dia 10, às 9h30, no Espaço Cultural da Agroufam, localizado no prédio dois da FCA, acontece roda de conversa com a psicóloga Elayne Cristina Cardoso e a Rosilda D'Ávila, artesã da Agroufam, que contará como enfrentou o câncer e encontrou nas artes uma forma de motivação. A ideia é conscientizar sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e câncer de colo do útero.

No dia 11, às 14h, no Centro de Ciências do Ambiente (CCA), os docentes Jozane Santiago e Cloves Pereira apresentam o painel temático sobre a década da Agricultura Familiar (2019-2028). A iniciativa está em consonância com o plano de ação global contra a fome e a pobreza da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Além de frutas, legumes e verduras, entre outros, a Feira de outubro também tem espaço para a venda de pirarucu fresco manejado. A comercialização de três toneladas de pirarucu é feita pela Associação dos Produtores Rurais de Carauari (ASPROC). Os peixes são de duas unidades de conservação de uso sustentável, Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari e a Reserva Extrativista do Médio Juruá, áreas protegidas onde a pesca é feita exclusivamente por comunidades ribeirinhas envolvidas com o manejo da espécie durante todo o ano.

O manejo do pirarucu no Médio Juruá é coordenado pela ASPROC, que representa a organização de base, em parceria com a Associação dos Moradores Agroextrativistas da RDS Uacari (MARU), Associação de Mulheres do Médio Juruá (ASMAMJ), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), Memorial Chico Mendes (MCM), Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), Cooperativa Mista de Desenvolvimento Sustentável e Economia Solidaria da Reserva Extrativista do Médio Juruá (CODAEMJ), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade  (ICMBio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Serviço Florestal Americano (UFS), USAID, SITAWI,  Operação Amazônia Nativa (OPAN), Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e Prefeitura de Carauari.

Agroufam

A Feira é realizada mensalmente e tem como proposta disseminar a agricultura familiar no estado do Amazonas, além de contribuir para o fortalecimento socioeconômico de produtores regionais e da troca de saberes do conhecimento tradicional em prol do fortalecimento e desenvolvimento organizado da Agroecologia na região amazônica brasileira.

Há a comercialização de frutas, legumes, verduras, espaço para a venda de artesanatos, plantas medicinais e ornamentais. Alguns dos produtos comercializados já são cultivados de maneira orgânica. O público também dispõe de barracas que comercializam alimentação regional com preços acessíveis.

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página