Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Mosca-do-mediterrâneo encontrada em Manaus
Início do conteúdo da página

Mosca-do-mediterrâneo encontrada em Manaus

Publicado: Terça, 02 de Julho de 2024, 14h36 | Última atualização em Sexta, 05 de Julho de 2024, 10h11 | Acessos: 1214

Por Agno Acioli e Neliton Marques       Edição: Juscelino Simões     Foto: Agno Acioli 

Os pesquisadores Agno Nonato Serrão Acioli, Neliton Marques da Silva e Francisco Clóvis Costa-Silva do Laboratório de Entomologia Agrícola da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (LEA/FCA/Ufam), Ricardo Adaime (Embrapa/Amapá) e Roberto Zucchi (Esalq/USP) encontraram em mangas comercializadas em Manaus, uma espécie denominada de ‘Mosca-das-Frutas’, até então, sem registro de sua presença no estado do Amazonas. A descoberta foi anunciada em nota “Marchtothe North: Ceratitiscapitata (Wiedemann, 1824) (Diptera, Tephritidae) reaches Manaus, state of Amazonas, Brazil”, publicada na revista científica Entomological Communications (link).

As mangas, importadas de outro estado brasileiro, foram adquiridas numa quitanda em um dos bairros de Manaus no dia 28 de janeiro deste ano. Ao degustá-la, observou-se que a polpa estava enegrecida (link) e continha larvas brancas (tapurú) que ao se locomoverem dava pequenos saltos, comportamento típico dessa espécie de mosca. Com a emergência dos adultos a partir das larvas/pupas, constatou-se tratar-se da espécie Ceratitiscapitata, conhecida mundialmente como a ‘Mosca do Mediterrâneo’ (link).

Essa espécie de mosca ataca cerca de 420 espécies de frutos diferentes. É considerada uma das principais pragas do mundo em regiões produtoras de frutas. Este registro é um alerta aos agentes da defesa agropecuária para que seja intensificada as amostragens de frutos e instaladas armadilhas ‘caça-mosca’ em pontos estratégicos do Amazonas, priorizando estradas interestaduais, portos, aeroportos e estabelecimentos comerciais (frutarias, feiras e supermercados).

Autoridades devem priorizar a coleta de frutos nativos para detectar possível ocorrência dessa espécie de mosca. Esse monitoramento é importante para verificar se a ‘Mosca-do-Mediterrâneo’ vai se estabelecer nos pomares do estado do Amazonas, e torcer para que este registro seja apenas uma constatação episódica de uma entrada acidental de Ceratitiscapitata no Estado.

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página