Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Proadm realiza força-tarefa para estabelecer nova data de pagamento de bolsas e auxílios
Início do conteúdo da página

Proadm realiza força-tarefa para estabelecer nova data de pagamento de bolsas e auxílios

Publicado: Sexta, 08 de Outubro de 2021, 17h25 | Última atualização em Sábado, 09 de Outubro de 2021, 21h11 | Acessos: 1288

A Pró-Reitoria de Administração e Finanças da Universidade Federal do Amazonas (Proadm/Ufam), por meio do Departamento Financeiro, realizou uma força-tarefa junto às demais Pró-reitorias da Instituição para estabelecer uma nova agenda de pagamentos de bolsas e auxílios. As adequações aceleraram em 10 dias os pagamentos dos benefícios e têm como principal meta pagar a todos até o quinto dia útil do mês. Ao todo, a Ufam recebe mais de R $900 mil reais, de diferentes fontes, para bolsas e auxílios.  

De acordo com a pró-reitora de Administração, professora Angela Bulbol, a força-tarefa, internamente, conta com a orientação do reitor Sylvio Puga, da vice-reitora Therezinha Fraxe, além do empenho coletivo das demais pró-reitorias; externamente, trabalha com o calendário de pagamentos estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC). “Os pagamentos de bolsas e auxílios são de natureza e fontes diversas e por isso foi preciso coordenar e organizar esse grande fluxo de informações. Nosso esforço foi estabelecer metas de agilidade e resolutividade nas datas de pagamento. Internamente, todas as Unidades que têm bolsistas ou pagam auxílio se ajustaram para oferecer as informações necessárias que dão celeridade ao processo de pagamento. Entretanto, externamente, a Ufam depende do recebimento de recursos do MEC para realizar o pagamento. Desta forma, nossa meta institucional é pagar até o quinto dia útil do mês, mas lembramos que os pagamentos dependem que os recursos que suportam essas despesas chegam até a Ufam”,explicou.  

A pró-reitora enfatizou também que existem casos específicos de problemas no pagamento de bolsas e auxílios por causa de inconsistência nos dados financeiros apresentados pelos discentes. “A Proadm está à disposição para oferecer orientações quanto aos dados financeiros necessários para o recebimento de bolsas e auxílios. Entendemos que essa é uma questão sensível para os nossos alunos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade”, finalizou a professora.            

        

registrado em:
Fim do conteúdo da página