Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Ufam seleciona candidatos para compor a Comissão Geral de Heteroidentificação
Início do conteúdo da página

Ufam seleciona candidatos para compor a Comissão Geral de Heteroidentificação

Publicado: Sexta, 08 de Outubro de 2021, 16h08 | Última atualização em Sexta, 08 de Outubro de 2021, 16h30 | Acessos: 777

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) abre inscrições para seleção de membros para compor a Comissão Geral de Heteroidentificação nos concursos e processos seletivos da Universidade. As inscrições serão realizadas no período das 10h do dia 18 de outubro até as 23h59 do dia 25 do mesmo mês, por meio de formulário disponível no endereço eletrônico oficial da chamada pública: https://www.ufam.edu.br/CICGHGH

O requisito necessário para participar do processo seletivo, o candidato deve pertencer ao Quadro efetivo de servidores em exercício (docentes ou técnico-administrativos) e discentes da Ufam. 

Inscrição

De acordo com o edital, no ato de inscrição, os candidatos devem optar por uma das três categorias no preenchimento do formulário de inscrição com os seguintes dados:

Para os candidatos pertencentes ao Quadro Efetivo da Ufam: a) nome completo; b) SIAPE; c) lotação; d) campus de lotação; e) naturalidade; f) sexo; g) autodeclaração étnico-racial (negros [pretos ou pardos], Brancos, indígenas ou amarelos); h) e-mail e telefone; i) comprovação documental da experiência na temática da promoção da igualdade racial e do enfrentamento ao racismo; j) demais documentos e/ou informações previstas no formulário eletrônico.

Para os candidatos discentes da Ufam: a) nome completo; b) curso; c) matrícula; d) campus de lotação; e) semestre de ingresso (ex: 01/2021); f) naturalidade; g) sexo; h) autodeclaração étnico-racial (Negros [pretos ou pardos], Brancos, Indígena ou Amarelos); i) e-mail e telefone; j) comprovação documental da experiência na temática da promoção da igualdade racial e do enfrentamento ao racismo; k) demais documentos e/ou informações previstas no formulário eletrônico.

Documentação

A documentação digital (em formato PDF) a ser encaminhada, por meio do formulário eletrônico, disposto na página eletrônica oficial do certame deverá ser documento de identificação com foto; comprovação de vínculo institucional (servidores e discentes):

Para os servidores, cópia do último contracheque disponível; b) para discentes, cópia do comprovante de matrícula atualizado; comprovar a experiência exigida com pelo menos uma das seguintes formas: a) comprovação do vínculo em Grupos de pesquisa, Movimentos Sociais Negros, Indígenas ou Quilombolas, Coletivos ou outras instâncias congêneres, dedicados às relações étnico-raciais; e/ ou, b) currículo (preferencialmente o Currículo Lattes) para comprovação da participação em Grupos de pesquisa, participação em seminário, oficina ou curso sobre a temática de relações étnico-raciais; e/ ou, c) cópia do trabalho acadêmico realizado com a temática de relações étnico-raciais; d) atuação de servidor em Banca de Heteroidentificação. Termo de confidencialidade: serão aceitos como documentação comprobatória em formato pdf de documentos digitalizados ou “natu digitais”. Os documentos tais como portarias, declarações, certificados e similares emitidos por instituições devem conter assinatura.  

Sobre a CGH

A Comissão Geral de Heteroidenficação (CGH) é um órgão permanente, vinculado à Reitoria, com mandato de 02 (dois) anos, podendo ser reconduzidos por mais (02) dois anos, sendo suas atribuições as seguintes: a) articular ações de capacitação, para orientar, acompanhar, bem como promover o diálogo com a comunidade acadêmica sobre a temática; b) analisar a regulamentação dos procedimentos que serão utilizados, no âmbito de cada pró-reitoria juntamente com esta; c) acompanhar e supervisionar a atuação das comissões setoriais; d) atuar nos processos administrativos de apuração de denúncias de supostas fraudes no uso de cotas destinadas a negros (pretos e pardos), indígenas e quilombolas ocorridos no âmbito da Ufam; e, e) atuar como membro das Comissões Setoriais de Heteroidentificação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página