Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Obras do Bloco 3 do IEAA entram na fase de conclusão
Início do conteúdo da página

Obras do Bloco 3 do IEAA entram na fase de conclusão

Publicado: Quarta, 28 de Julho de 2021, 09h27 | Última atualização em Quarta, 28 de Julho de 2021, 09h58 | Acessos: 590

A edificação da unidade acadêmica da Ufam em Humaitá recebe recursos do Ministério da Educação (MEC) e tem previsão de entrega para janeiro de 2022

 

Por Márcia Grana

Equipe Ascom Ufam

 O Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA), unidade acadêmica da Universidade Federal do Amazonas no município de Humaitá iniciou, no último dia 10 de julho, a finalização da construção do Bloco 3 da unidade acadêmica.

Orçada em R$ 1.981.087,35, a obra recebe recursos do Ministério da Educação (MEC) e tem previsão de entrega para janeiro de 2022.

"O novo bloco tem área total de 4.554 metros quadrados, divididos em quatro pavimentos que abrigarão salas, laboratórios e administração, além de uma  subestação e um reservatório de água para 85 mil metros cúbicos", afirma a prefeita do Campus Universitário, arquiteta Carmem Viana.

Distribuição dos pavimentos

No primeiro piso serão 14 salas; no segundo piso, 11 laboratórios e 2 salas; no terceiro piso serão abrigados 10 laboratórios e 4 salas e no quarto piso serão 12 salas de professor. 

Avanço na infraestrutura

A diretora do IEAA, professora Ana Cláudia Fernandes Nogueira, comemora mais esse avanço na infraestrutura do Instituto sob seu comando. “Atualmente, o IEAA é a única unidade acadêmica da Ufam no interior que não possui, pelo menos, três blocos. Mesmo com a construção do terceiro bloco, ainda não serão resolvidos os problemas com espaço físico, mas a construção irá, de forma importante e significativa, contribuir para que tenhamos espaços mais adequados para o trabalho acadêmico dos docentes e o exercício administrativo dos TAES, além de possibilitar melhores condições aos laboratórios de ensino. É um importante avanço na infraestrutura que marca a passagem dos 15 anos de funcionamento do IEAA, a serem completados no próximo mês de outubro. Agradecemos o empenho do reitor, professor Sylvio Puga, que procurou sanar os problemas que causaram o embargo da obra, para sua retomada, bem como à Prefeitura do Campus, pela dedicação sempre demonstrada”, declarou a gestora.

registrado em:
Fim do conteúdo da página