Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Ufam e Universidad Nacional de Colombia assinam protocolo de intenções
Início do conteúdo da página

Motivada pelo agravamento do quadro epidemiológico no Amazonas, Ufam torna nulo os Processos Seletivos para o Interior (PSI) de 2020 e 2021

Publicado: Sexta, 26 de Fevereiro de 2021, 10h04 | Última atualização em Sexta, 26 de Fevereiro de 2021, 10h14 | Acessos: 4715

Em virtude da declaração de emergência em saúde pública internacional por causa da covid 19 e do agravamento do quadro epidemiológico no Estado do Amazonas, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) publicou documento Ad Referendum do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CONSEPE, GR nº 01, de 23 de fevereiro de 2021, que torna nulo o Processo Seletivo para o Interior (PSI) relativo aos anos 2020 e 2021. A decisão foi tomada após reuniões entre a Pró-reitoria de Ensino e Graduação (Proeg), Comissão Permanente de Concursos (Compec) e diretores das Unidades Acadêmicas do Interior. 

O documento determina também que os alunos ingressantes pelo Sistema de Seleção Unificada - Sisu 2020/2, nas Unidades Acadêmicas do Interior tenham o ingresso ajustado para o semestre letivo 2020/1, de acordo com as disciplinas ofertadas pelos Colegiados de Curso e que o ingresso dos alunos nas vagas referentes aos cursos de graduação ofertados pelas Unidades Acadêmicas do Interior seja no 1° semestre letivo de cada ano civil, a partir do semestre letivo 2021/1. 

De acordo com a pró-reitora adjunta da Proeg, Vanessa Klisia de Aguiar Gonçalves Ferreira, os alunos que ingressaram pelo Sisu para 2020/2 já realizaram a matrícula institucional e as Unidades Acadêmicas do Interior estão fazendo o planejamento para que eles realizem algumas disciplinas em 2020/1. “ A decisão ad referendum foi proferida a partir da reunião realizada entre a Proeg, Compec e os(as) diretores das Unidades Acadêmicas do Interior. Reflete o consenso e o compromisso de gestores da Instituição em cumprir todas as recomendações sanitárias para evitar o agravamento do quadro de infecção humana pela covid 19 e considera, também, as condições atuais, tecnológicas, de infraestrutura (material e pessoal) e logística, disponíveis pela Ufam, para realizar um processo de tamanha monta”, finalizou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página