Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > “Abandonar não é opção” - Ufam reforça campanha institucional contra o abandono de animais domésticos no campus
Início do conteúdo da página

“Abandonar não é opção” - Ufam reforça campanha institucional contra o abandono de animais domésticos no campus

Publicado: Sexta, 11 de Dezembro de 2020, 13h29 | Última atualização em Sexta, 11 de Dezembro de 2020, 13h43 | Acessos: 928

Apesar de ser crime, a prática de abandono de animais domésticos acontece com frequência no campus universitário e prejudica os animais silvestres, a comunidade acadêmica e os próprios animais abandonados. Levantamento mais recente de animais abandonados registra 25 cães e 50 gatos no campus Arthur Virgílio Filho.

 Por Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Assessoria de Comunicação (Ascom), lançou, no último dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Animais, a nova edição da Campanha contra o abandono de animais domésticos no campus universitário.

Com o tema “Abandonar não é opção”, a campanha tem a proposta de combater a problemática do abandono de animais domésticos no campus universitário, que só cresce a cada ano.

Segundo a professora Helenires Queiroz de Souza, que coordena o projeto “Controle populacional e prevenção da raiva de animais domésticos abandonados na UFAM”, a castração, a vacinação e a vermifugação estão entre as iniciativas adotadas, tanto para prevenir o aumento do número de animais abandonados na Universidade, quanto para evitar doenças entre os animais. O projeto integra as atividades da Comissão de Apoio da APA UFAM, portaria 1095, de 13 de julho de 2020.

Cadastro populacional de animais abandonados

A docente também ressaltou os números do mais recente levantamento populacional dos animais abandonados no Campus da Ufam. Entre as atividades realizadas no período de agosto a novembro deste ano está o Cadastro populacional dos animais, realizado por um grupo de estudantes sob minha coordenação, em parceria com os seguranças da Universidade. Eles contaram e fotografaram os vários cães e gatos que residem na instituição. Foram catalogados 25 cães sendo, 14 machos e 11 fêmeas, sendo que 17 animais já estão castrados. Destes, três animais, duas fêmeas e um macho estão em lar temporário para pós-operatório de castração. Oito cães foram classificados como novos abandonos. Quanto aos gatos, foram localizados 50 animais, 25 fêmeas e 25 machos, a maior parte está no Setor Sul da Universidade. Cerca de 22 gatos encontram-se castrados. Duas fêmeas adultas e oito filhotes estão em lar temporário. Quatro animais foram classificados como novos abandonos e dois filhotes machos foram adotados”, detalhou a professora.

 

APA Ufam

A professora comentou ainda que a atual edição da Campanha institucional de combate ao abandono de animais vai fortalecer o trabalho realizado pelo projeto coordenado por ela dentro das atividades da Comissão. “Espera-se continuar o trabalho de monitoramento dos animais, fortalecer as campanhas contra o abandono, desestimular a criação, o abandono e o abrigo de animais, no âmbito da instituição, por parte dos servidores, alunos e visitantes, considerando que a área é uma Área de Proteção Ambiental (APA), onde residem animais silvestres. É preciso destacar também que, biologicamente, ao inserir um animal não pertencente a determinado habitat, é possível interferir no equilíbrio da fauna, incluindo a cadeia alimentar”, alertou a pesquisadora.

Envolvimento da comunidade Ufam

O reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, afirma que o combate ao abandono de animais no campus só será efetivo se contar com o envolvimento da comunidade universitária.  “A Ufam empenha-se em envolver a comunidade no tema para que a conscientização sobre este crime silencioso aconteça e o abandono cesse” declarou o gestor.

 

 

Incentivo à adoção

Segundo a assessora de comunicação da Ufam, jornalista Ana Carla Souza, nesta edição da campanha, além de a comunidade acadêmica ser incentivada a adotar os animais abandonados, será convidada a enviar registros fotográficos com seus animais de estimação adotados. “As fotos enviadas para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., para o WhatsApp da Assessoria de Comunicação (92) 9 8426 1963, ou para o Instagram da Ufam, e serão postadas nas redes sociais da Universidade e no portal da instituição”, anunciou a assessora.

Abandono é crime

Consta na lei federal 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, que quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos está sujeito à pena de detenção de três meses a um ano, e multa. 

Registre e denuncie

Se você presenciar atos de maus tratos ou abandono de animais no Campus, registre a ocorrência e denuncie, via Whatsapp, no número 9 9152 6995, ou na Ouvidoria via e-mail, no endereço O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

registrado em:
Fim do conteúdo da página