Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Professores do ISB criam guia de segurança para os profissionais da Atenção Básica em Saúde

Publicado: Terça, 05 de Maio de 2020, 14h38 | Última atualização em Segunda, 11 de Maio de 2020, 09h34 | Acessos: 506

Por Sandra Siqueira
Equipe Ascom Ufam

 

Elaborado por professores do curso de medicina do Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB), situado no município de Coari, o Guia apresenta várias orientações de segurança para os profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS) a fim de protegê-los.

No Brasil, Atenção Primária à Saúde compreende – na estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) – a primeira unidade médica a ser procurada pelo paciente de baixa gravidade, como as UBS e as Unidades de Estratégia de Saúde Familiar (UESF), conhecidas como Casinhas. No caso de infectados pela covid-19, as unidades de atenção básica são o primeiro lugar a receber os pacientes em busca de tratamento, por isso, o Guia de Segurança é dedicado a esse grupo de profissionais.

De acordo com a professora do ISB, Maria Helena Checchi, a ausência de material de orientação para os profissionais da Atenção Básica em Coari foi a razão para que o Guia de Segurança fosse desenvolvido. “Há anos atuo nas unidades de saúde e só vi material abordando a segurança dos pacientes usuários. Não encontrei qualquer material que orientasse os profissionais de uma unidade de saúde quanto às padronizações de segurança, higiene e reorganização de fluxos”, conta a docente. “Pretende-se informar sobre os cuidados desenvolvidos na Atenção Primária à Saúde voltados para a reorganização dos atendimentos realizados nas UBS frente à pandemia do covid-19, com foco na segurança tanto dos profissionais quanto da comunidade”, expõe.

Feito em colaboração entre professores do ISB e docentes convidados, em suas 23 páginas o Guia de Segurança apresenta o panorama geral da doença e procedimentos a serem executados para a proteção da equipe de profissionais que trabalham nas UBS e dos pacientes, entre outras informações. “Diversas fontes apoiaram a construção deste material, como sites da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde”, revela Maria Helena Checchi.

Segundo a professora, é fundamental que as equipes que trabalham em UBS e UESF conheçam as informações sobre reorganização de fluxo, paramentação e desparamentação, condutas durante as visitas domiciliares, além da higienização da unidade, e cuidados que os profissionais devem tomar ao retornar ao lar, que estão contidas no Guia. “Acredito que a academia tem a obrigação de apresentar pesquisas e material para conhecimento de toda a população no sentido de participar da melhora da qualidade de vida (ou transformação) de toda a população, especialmente, no Amazonas”, ressalta. “Mediante a gravidade da pandemia, nosso desejo é que este material possa ser compartilhado com outros Estados também”, conclui.

Acesse o “Guia de Segurança para Profissionais Atuantes na Atenção Primária à Saúde Durante a Pandemia de Covid-19”

registrado em:
Fim do conteúdo da página