Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Últimas notícias > Reitor e pró-reitora de Inovação Tecnológica da Ufam participam de reunião na Suframa
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Reitor e pró-reitora de Inovação Tecnológica da Ufam participam de reunião na Suframa

  • Publicado: Quarta, 21 de Julho de 2021, 15h55
  • Última atualização em Quarta, 28 de Julho de 2021, 10h12
  • Acessos: 531

Pesquisa, P&D, capital intelectual e incentivos estavam em pauta na reunião bimestral da Superintendência

Por Carla Santos
Equipe Ascom Ufam

Você sabia que várias importantes empresas que surgiram como startups, a exemplo da Meliuz e Jusbrasil, estão sediadas em Manaus para estar mais próximos do capital humano altamente qualificado no Estado? A Ufam e seu Instituto de Computação (Icomp) é responsável pela formação dessa mão de obra, associada aos programas de Pós Graduação na área tecnológica.

Nesta quarta-feira, 21, o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga e a pró-reitora de Inovação Tecnológica, professora Tanara Laushner, participaram da reunião bimestral da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) com as instituições de ensino superior do Estado.

Integrando a mesa do evento, o reitor falou do potencial da Instituição frente ao atendimento das demandas do Polo Industrial de Manaus. "Nossos alunos e pesquisadores estão intrinsecamente conectados com as necessidades das indústrias: seja projetando, executando ou buscando soluções para elas. Na Ufam temos o ambiente em que startups e incubadoras surgem e ganham mercado. É imprescindível termos reuniões como a de hoje, para fortalecer e valorizar ainda mais o setor da tecnologia", disse.

Responsável pela política da Protec, a professora Tanara Laushner chamou atenção para o fato de empresas nascidas fora do Estado estarem atualmente, em Manaus, para garantir a contratação de profissionais altamente qualificados. Em média, cada uma emprega 40 colaboradores. "Precisamos observar que nenhuma delas está aqui com incentivos ou da Lei da Informática ou de P&D. Elas vêm porque sabem que temos mão de obra qualificada, um ecossistema cada vez mais aquecido", frisou.

O superintendente da Suframa reiterou que as reuniões com as instituições voltadas aos setores de pesquisa e inovação são foco e prioridade para a Superintendência. "A bioeconomia, a floresta em pé com desenvolvimento responsável é o que buscamos para cumprir a nossa missão", destacou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página