Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias Destaque > Confira as principais medidas para o isolamento domiciliar
Início do conteúdo da página

Confira as principais medidas para o isolamento domiciliar

Publicado: Quinta, 21 de Janeiro de 2021, 10h11 | Última atualização em Quinta, 21 de Janeiro de 2021, 10h45 | Acessos: 955

Uma das medidas recomendadas pelos órgãos de saúde pública, ao suspeitar ou confirmar o diagnóstico de covid-19, é o isolamento domiciliar. Mas será que você sabe quais medidas tomar para realizar esse tipo específico de isolamento de forma segura? A membro do Comitê Interno de Enfrentamento ao Surto Epidemiológico de Coronavírus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), professora Jaila Borges, explicou detalhadamente como funciona o isolamento domiciliar.

O que é o isolamento domiciliar?

Professora Jaila Borges - Esse tipo de isolamento requer cuidados específicos e é recomendado para as pessoas que suspeitam ou foram diagnosticadas com covid-19. No isolamento domiciliar a pessoa deve ficar sem sair de casa até cumprir o período de isolamento preconizado pelo Ministério da Saúde. Destacamos que é importante que a própria pessoa comece a fazer o seu isolamento logo que apresente sintomas de covid-19. Em caso de agravamento de sintomas é fundamental que procure assistência médica.

Como proceder em caso de confirmação?

Professora Jaila Borges- No caso do paciente com sintomas leves, mesmo com a melhora dos sintomas, ele deve ficar isolado em domicílio por 10 dias, após o início dos sintomas. O fim do isolamento só pode ocorrer se após os 10 dias, nas últimas 24h, o paciente não apresentar sintomas respiratórios e febre, sem utilizar antitérmicos.

E se a pessoa, depois dos 10 dias, ainda estiver sintomática?
Professora Jaila Borges- O isolamento deve ser prolongado até a remissão dos sintomas.

Qual a maneira correta de fazer o isolamento domiciliar?
Professora Jaila Borges- Em caso de suspeita ou confirmação de diagnóstico, a recomendação é utilizar máscara o tempo todo no ambiente domiciliar, fazendo as trocas necessárias todas as vezes que estiver úmida. O uso da máscara se estende também durante a preparação dos alimentos, caso o paciente seja o responsável pela sua própria alimentação. Nesse período, deve-se evitar receber visitas e o contato com pessoas do grupo de risco. Havendo a possibilidade, dentro do espaço doméstico, de um quarto exclusivo para o paciente é recomendável que o mesmo se mantenha nesse espaço, inclusive, dormindo sozinho e isolado do resto das pessoas que dividem o espaço. A porta deve permanecer fechada e se tiver janela é importante que ela fique aberta para arejar o ambiente durante o dia. Lembrar também de fazer a higiene frequente da maçaneta da porta com álcool 70% ou água sanitária.


Quais as orientações para o uso do banheiro e descarte do lixo?
Professora Jaila Borges- Após usar o banheiro sempre lavar as mãos com água e sabão. Manter o vaso sanitário limpo, com a tampa fechada e antes de acionar a descarga é importante que a tampa esteja abaixada. O lixo produzido durante o isolamento domiciliar tem que ter uma atenção especial na separação e no descarte desse material. É preciso ser feito de forma que as sacolas estejam bem lacradas.

Como proceder com as demais superfícies e materiais de uso pessoal?
Professora Jaila Borges- De acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nessa fase de transmissão é importante manter as superfícies limpas com álcool ou água sanitária. No caso de materiais de uso pessoal, como toalhas de banho, talheres e copos, eles devem ser separados e usados de forma exclusiva pela pessoa com covid-19.

Como se comportar nas áreas comuns da casa?
Professora Jaila Borges- O ideal é não frequentar essas áreas e manter-se em um dos quartos isolados, mas sabemos que essa não é a realidade da maioria das pessoas. Nesse caso, nas áreas compartilhadas e de uso comum, como cadeiras e sofás, é necessário a limpeza frequente e a desinfecção desses espaços. Além, claro, da utilização ininterrupta da máscara e se possível manter um distanciamento de pelo menos dois metros dos demais moradores da residência. Tais medidas evitarão que as outras pessoas que dividem o lar com a pessoa diagnosticada com covid-19 venham a ser infectadas.

Como as demais pessoas que dividem o espaço devem se comportar?
Professora Jaila Borges- Devem manter os mesmos cuidados para prevenção de covid-19. Uso de máscaras o tempo todo, limpeza de superfícies, distanciamento, lavando as mãos frequentemente com água e sabão. Manter as janelas abertas para que o ambiente possa ser arejado com frequência.

Como proceder se alguém que divide o ambiente for contaminado?
Professora Jaila Borges- A pessoa deve começar o mesmo isolamento a partir do primeiro dia de sintoma. Lembrando que o êxito no isolamento domiciliar evitará essa contaminação.

A professora informou ainda que todas essas orientações estão disponíveis no site do Ministério da Saúde (MS). “Entretanto, é muito importante reiterarmos aqui porque temos visto que, na maioria das vezes, mesmo pessoas com condições de realizar o isolamento domiciliar em um cômodo específico, ainda assim, essa pessoa não está cumprindo o isolamento domiciliar de forma satisfatória e outras pessoas da residência se infectam. A transmissão dentro do domicílio é um gargalo que precisamos vencer, sobretudo, quando houver condições de realizar esse isolamento" finalizou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página