Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Diretora da FCF, professora Débora Ohana, defende Memorial Acadêmico e é promovida a professora titular

  • Publicado: Segunda, 02 de Dezembro de 2019, 12h52
  • Última atualização em Segunda, 02 de Dezembro de 2019, 15h02
  • Acessos: 151

Durante a apresentação de toda a sua trajetória acadêmica construída entre Manaus e Rio de Janeiro, a diretora ressaltou suas pesquisas de projeção internacional e a sua reeleição, no último dia 18 de novembro, para dirigir a FCF  durante a gestão 2020-2023

Por Márcia Grana

Equipe Ascom Ufam

A professora Débora Teixeira Ohana alcançou na manhã desta segunda-feira, 2, a promoção à professor titular da Universidade Federal do Amazonas. A ascensão é considerada o topo da carreira docente.

Durante a defesa de seu memorial, ela destacou toda a sua trajetória pessoal e profissional em seis capítulos, que abordavam desde suas Atividades Acadêmicas a Recebimento de comendas e premiações, além de Atividades de Administração da FCF.

Após apresentar toda a sua trajetória, oportunidade em que destacou suas orientações em Monitorias, Programas de Iniciação científica, artigos publicados, atividades de Programa de Educação Tutorial (PET), as menções honrosas recebidas, as atividades de pesquisa e extensão, o oferecimento de cursos preparatórios para vestibular nas disciplinas de biologia e química e palestras em escolas públicas de Manaus, além de resumos em anais de Congressos e capítulos de livros publicados, a professora Débora Ohana agradeceu a todos os que contribuíram com sua trajetória na área da Farmácia. “Eu só queria agradecer a todos que fizeram parte dessa trajetória. Fiz grandes amizades nas Ciências Farmacêuticas. Pude recuar no tempo e reencontrar pessoas e fatos da minha vida. São 28 anos de dedicação à docência e eu fico muito feliz com essa trajetória percorrida e tenho a sensação de dever cumprido”, declarou a docente.

Trajetória 

A professora Débora Ohana foi aprovada, em 1991, no concurso público para docente do curso de Farmácia da Ufam. Em 1992, realizou a especialização em Metodologia do Ensino Superior. De 1994 a 1998, realizou o mestrado em Ciências Biológicas/ Botânica no Instituto Nacional de Pesquisas na Amazônia (Inpa). De 1999 a 2003, fez o doutorado em Ciências/ Produtos Naturais na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 2003, retornou à Ufam e, de 2004 a 2010, foi tutora do PET do curso de Farmácia. Em 2011, realizou o pós-doutorado com o trabalho “Desenvolvimento de novas opções terapêuticas para malária - busca racional de novos agentes antimaláricos na flora brasileira”. Em 2013, retornou à Universidade Federal Fluminense (UFF) e, em 2015, retornou à Ufam. Atual gestora da FCF, seu primeiro mandato encerra no próximo dia 7 de janeiro. Foi reeleita, no último dia 18 de novembro, para a gestão 2020-2023.

Comissão Especial de Avaliação 

O memorial foi avaliado pela Comissão Especial presidida pela professora Ângela Líbia de Melo Pereira Cardoso (Ufam) e composta pelas professoras doutoras Helyde Albuquerque Marinho (Inpa); Ana Mena Barreto Bastos (Ifam); Claudete Catanhede do Nascimento (Inpa).

Durante suas considerações, a presidente da Comissão Especial de Avaliação, professora Ângela Líbia de Melo Pereira Cardoso, destacou que a professora Débora Ohana cumpriu muito bem todos os pilares avaliados. “Foi um memorial fácil de ler. Envolve trabalho, família, amigos. Adorei os poemas e a sensibilidade empregados ao longo do seu trabalho. Você, Débora, levou bastante extensão para a comunidade. Amei seus trabalhos de extensão e o curso preparatório para vestibular. Você não imagina quantos jovens desejam fazer um cursinho e não têm condições. Considero que você tenha cumprido muito bem os três pilares Ensino, Pesquisa e Extensão”.

A pesquisadora Claudete Catanhede do Nascimento parabenizou a jornada apresentada pela professora Débora. “No processo de avaliação de seu Memorial, percebi que você passou por todas as etapas necessárias para o seu amadurecimento e fortalecimento. Parabéns!”, elogiou a avaliadora.

A professora Ana Mena Bastos agradeceu a oportunidade de conhecer todo o caminhar da professora Débora Ohana. “Não tem o que se discutir quanto a sua produção acadêmica e de gestão. O trabalho que você fez de aproximação da academia da comunidade é fantástico. São esses programas que divulgam o que a Universidade faz. Pela sua reeleição, percebemos que você é uma excelente gestora. Sabemos que trabalhar em administração não é fácil. São muitas cabeças, diferentes contextos. Só me resta registrar meus elogios e agradecer por esta oportunidade de conhecê-la melhor”, destacou.

A professora Helyde Albuquerque Marinho (Inpa) ressaltou ser um prazer participar da Comissão Especial de Avaliação. “Esse Memorial é o seu autorretrato e ele mostra que você cumpriu muito bem, além do ensino, da pesquisa e da extensão, a parte de gestão. Você socializou muito bem tudo o que você produziu. Além disso, é muito bonito ver a gratidão em relação a todos que a ajudaram nessa jornada. Só desejo muito sucesso na sua gestão”, declarou a avaliadora.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página