Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Consuni aprova o relatório de atividades e as demonstrações contábeis da Unisol de 2018

  • Publicado: Sexta, 02 de Agosto de 2019, 14h37
  • Última atualização em Quinta, 15 de Agosto de 2019, 08h59
  • Acessos: 432

Recredenciamento também foi ratificado durante o encontro

Por Márcia Grana
Equipe Ascom/Ufam

O relatório de atividades e as demonstrações contábeis da Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões (Unisol) alusivo ao ano de 2018 foi aprovado, por maioria de votos, na manhã desta quinta-feira, 1º, durante reunião extraordinária do Conselho Universitário da Universidade Federal do Amazonas(Consuni).

O diretor executivo da Unisol e chefe do Departamento de Economia da Ufam, professor Luiz Roberto Coelho Nascimento, atribuiu a aprovação à gestão por resultados implantada na Fundação. “Estávamos enfrentando graves problemas administrativos e jurídicos e o sentimento entre os colaboradores era de que a Fundação poderia fechar ainda no primeiro semestre de 2018. Para reverter a situação, reestruturamos, inicialmente, o Conselho Fiscal e, em seguida, o Conselho Curador. Também contratamos outra assessoria jurídica para acompanhar o processo. Essas medidas, entre outras, de natureza econômica, foram adotadas para alcançar equilíbrio econômico e financeiro e atualizar as demonstrações contábeis que estavam atrasadas desde 2014. Além disso, é importante destacar que ao analisarmos as demonstrações contábeis de 2014 a 2018, percebemos que, a partir de 2016, o déficit nas demonstrações contábeis foi reduzido vertiginosamente de mais de três milhões de reais para pouco mais de quatrocentos mil reais”, ressaltou o gestor, que também é diretor executivo do Centro de Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico (CDTECH).

Fazer mais com menos

Ele também afirma que a atual gestão demonstra que é possível prestar um serviço de excelência à Universidade com quadro reduzido de colaboradores. “Reduzimos a nossa folha bruta de salários, que passou de mais de 170 mil reais para um pouco mais de 100 mil reais. O quadro de pessoal foi reduzido em torno de 35% e a redução vai ao encontro do código de conduta da Fundação, que é fazer muito e melhor com pouco para ir mais longe”, afirmou.

Encaminhamentos

A partir de agora, a Unisol se prepara para submeter ao Grupo de Apoio Técnico vinculado ao Ministério da Educação (GAT/ Mec), até o dia 5 de agosto, toda a documentação necessária para o credenciamento e autorização para apoiar a Ufam. “Ao ser credenciada e autorizada pelo MEC, a Unisol estará capacitadas a celebrar contratos, aumentar sua receita, alcançar equilíbrio econômico e financeiro e sermos competitivos no mercado, por meio de uma gestão agressiva”, concluiu o diretor executivo da Unisol.

registrado em:
Fim do conteúdo da página