Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Notícias Destaque > DSQV oferta atendimento remoto para servidores, estudantes e terceirizados
Início do conteúdo da página

DSQV oferta atendimento remoto para servidores, estudantes e terceirizados

Publicado: Quarta, 13 de Janeiro de 2021, 10h08 | Última atualização em Segunda, 18 de Janeiro de 2021, 16h56 | Acessos: 2192

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Amazonas, por meio do Departamento de Saúde e Qualidade de Vida (Progesp/Ufam/DSQV), oferece serviços remotos de Enfermagem, Medicina (Clínica Geral e do Trabalho), Fisioterapia, Psicologia, Serviço Social e Administrativo para atender servidores, estudantes e terceirizados, em razão da pandemia da covid-19. Para o atendimento, o interessado deve acessar AQUI o formulário eletrônico.

De acordo com Ronaldo Vitoriano Bastos, diretor do DSQV, o atendimento surgiu em decorrência da necessidade de acolher as demandas de servidores e estudantes quanto aos serviços que são oferecidos presencialmente no Centro de Atendimento Integral à Saúde (Cais). 

Bastos conta que o atendimento é realizado com orientações e encaminhamentos, começando pelo contato do interessado via formulário eletrônico, no qual é descrito os dados pessoais básicos e contatos, seguido da queixa ou demanda de acolhimento. .

De acordo com o gestor, as informações são passadas ao profissional especifico de determinada demanda, que entra em contato com o servidor ou estudante nos horários de rotina do Cais. O atendimento pode ser por meio de audio-chamada telefônica, Whatsapp ou vídeo-chamada, nos horários das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para o diretor, nesse atendimento são prestadas informações de procedimentos que podem ser tomados no próprio domicílio, orientado quais redes de atenção a saúde ou de assistência social estão disponíveis. 

Bastos disse que o DSQV quer manter o serviço remoto enquanto não for regularizada às atividades presenciais. “Nossa expectativa inicial é que esteja ativo ao longo de todo o ano de 2021”, afirmou.

Ele chama a atenção que não há prioridade no público, uma vez que a oferta tem comportado a demanda de serviços. "Ainda em abril conseguimos organizar um procedimento que virtualizasse esses serviços de saúde e assistência social sem perdermos o sigilo e os cuidados necessários na relação profissional de saúde e paciente”, ressaltou.

Também é feita a prescrição de receitas médicas e de exames clínicos pela Clínica Médica de forma virtual. “Alguns serviços essenciais do Cais estão suspensos por terem um caráter estritamente presencial e de contato humano, bem como pelas restrições que o público alvo tem de circular no Campus Senador Arthur Virgílio Filho”, finalizou o diretor do DQSV.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página