Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Pesquisadores da Ufam promovem evento para discutir territórios, fronteiras e populações em movimento
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Pesquisadores da Ufam promovem evento para discutir territórios, fronteiras e populações em movimento

  • Publicado: Sexta, 23 de Outubro de 2020, 11h06
  • Última atualização em Terça, 03 de Novembro de 2020, 17h04
  • Acessos: 484

 Ao longo do mês de novembro e dezembro, o Laboratório de Estudos Panamazônicos, Práticas de Pesquisa e Intervenção Social (LEPAPIS) da Universidade Federal do Amazonas promove evento virtual internacional para discutir visões e conceitos sobre territórios e populações em movimento.

Por todo o mundo tem-se visto com cada vez mais frequência populações inteiras sendo forçadas a deixar sua terra natal e buscar novos territórios. Para discutir esse fenômeno e os temas a ele relacionado, o Laboratório de Estudos Panamazônicos, Práticas de Pesquisa e Intervenção Social (Ufam) organiza seu ciclo de conferências 2020 intitulado “Territórios, fronteiras e populações em movimento”. O evento ocorrerá nos dias 04, 11 e 18 de novembro e no dia 02 de dezembro, sendo transmitido pelo canal do Laboratório Panamazônico (LEPAPIS) no youtube.

Com participação de pesquisadores do Brasil, Canadá, Argentina, Uruguai, Colômbia, México e Espanha, o ciclo de conferências busca articular estudos desenvolvidos em rede, tanto por países da Panamazônia quanto por grupos de universidades latino-americanas, norte-americanas e europeias, trazendo assim novos olhares sobre a movimentação das populações humanas no mundo e sua relação com a criação e transformação dos territórios. A programação é totalmente virtual e aborda discussões variadas sobre fronteiras, migrantes e refugiados, identidades étnicas e territórios de populações tradicionais, além de contar com momentos culturais. O evento é produto do esforço conjunto da Rede de Estudos Socioespaciais, da Rede do Seminário Internacional sobre Povos Tradicionais, de movimentos sociais e da sociedade civil.

A participação é gratuita e os interessados só precisam ficar atentos ao canal do LEPAPIS e às redes sociais do laboratório. Com os conferencistas internacionais e a transmissão aberta das discussões, os organizadores pretendem ampliar o debate sobre os fatores que geram o deslocamento das populações humanas e seus efeitos nas relações territoriais, convidando o público a refletir sobre a temática.

registrado em:
Fim do conteúdo da página