Defesa de dissertação em Informática acontece nesta quarta-feira, dia 13

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) promove, nesta quarta-feira, 13 de setembro, sessão pública de apresentação de defesa de dissertação intitulada ‘Um Estudo sobre o Uso de Informações de Instâncias para o Casamento de Esquemas no Domínio de Comércio Eletrônico’. A defesa está programada para ocorrer na Sala de Seminários do Instituto de Computação, às 9h30.

O trabalho é de autoria da candidata Luísa dos Reis, que terá em sua banca examinadora o professor Altigran Soares da Silva e a professora Tayana Uchôa Conte, ambos do Programa de Pós-Graduação em Informática da Ufam, o professor Moisés Gomes de Carvalho, do Instituto de Computação (IComp), também da Ufam; e a professora Viviane Pereira Moreira, do Programa de Pós-Graduação  em Computação, do Instituto de Informática da Federal do Rio Grande do Sul (URGS).

Dissertação

No trabalho, procurou-se identificar se as informações de instâncias são mais significativas para os métodos de casamento de esquemas no domínio de comércio eletrônico. Para isso, verificou-se o comportamento de três métodos de casamento de esquemas ao adicionarmos essas informações: COMA, que utiliza heurísticas fixas para combinação de matchers; ALMa, que utiliza Aprendizado Ativo; e RFSM, que utiliza aprendizado de máquina supervisionado.

Os métodos utilizam diferentes tipos de informação, como nomes e estrutura dos elementos dos esquemas analisados. Neste trabalho, procuramos identificar se as informações de instâncias são mais significativas para os métodos de casamento de esquemas no domínio de comércio eletrônico. Para tanto, verificamos o comportamento de três métodos de casamento de esquemas ao adicionar essas informações: COMA, que utiliza heurísticas fixas para combinação de matchers; ALMa, que utiliza Aprendizado Ativo; e RFSM, que utiliza aprendizado de máquina supervisionado. Nos experimentos, percebeu-se que os métodos apresentaram melhorias ao utilizar informação de instância, e que os métodos não necessitam ter uma frequência alta dessa informação para que elas contribuam com os resultados.