Núcleo de atividades integradas da Ufam avalia estratégias para prevenção do consumo de açúcar entre crianças

Texto: Núcleo de atividades integradas/Ufam
Edição: Ascom/Ufam

Nos dias 11 e 12 de março, o Núcleo de Atividades Integradas o Instituto de Ciências Biológicas realizou treinamento do estudo multicêntrico, que consiste na avaliação da efetividade de estratégias aplicadas na prevenção de consumo de açúcar e de alimentos ultraprocessados no primeiro ano de vida em três regiões do Brasil. O trabalho foi coordenado pela docente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (FM/Ufam) e membro do Núcleo, Celsa Souza.

O treinamento foi ministrado pela professora Márcia Regina Vítolo, da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e coordenadora do estudo, especialista na avaliação do impacto de programas na área de nutrição durante a gestação, infância e aleitamento materno, e pelas doutorandas Paula Leffa e Julia Valmórbida.

O primeiro dia de treinamento foi na Maternidade Estadual Balbina Mestrinho, com a finalidade de realizar práticas a serem aplicadas em campo, estas voltadas à antropometria da mãe e do bebê.  No segundo dia, as atividades ocorreram no auditório do Bloco 01 do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), localizado no Setor Sul do Campus Universitário, tendo como foco as estratégias de aplicação do Inquérito Alimentar da mãe e do bebê.

A atividade é financiada pelo Ministério da Saúde, pelo CNPq/MS/SCTIE/DCIT/SAS/DAB/CGAN 13/2017, e tem o intuito de capacitar a equipe da Região Norte.

Estudo multicêntrico

Trata-se de um estudo de campo que tem o objetivo geral de avaliar a efetividade das informações quanto à alimentação no primeiro ano de vida. Dentre os objetivos específicos estão: avaliar o impacto da intervenção no tempo de aleitamento materno exclusivo, o consumo de açúcar e alimentação complementar e a prevalência de cárie precoce na infância. Além disso, busca ainda avaliar o ambiente alimentar da família e a prevalência de anemia nas crianças com 12 meses de idade.

 O estudo irá ocorrer em três regiões do Brasil – Norte, Nordeste e Sul – e tem como base de suas orientações 'Os dez passos para alimentação e hábitos saudáveis'. O projeto acontece simultaneamente com as com as Universidades Federais da Bahia, Porto Alegre e Amazonas.

 

Defin divulga Notas Explicativas do 4º Trimestre de 2018

Em atendimento ao Comunicado 2017/1160702 da Setorial de Contabilidade do Ministério da Educação, o Departamento Financeiro vem a público divulgar as Notas Explicativas do 4º Trimestre de 2018 da Universidade Federal do Amazonas, as quais trazem informações relacionadas aos diversos Demonstrativos Contábeis da Instituição.

Lançado o Fórum Permanente de Energia (FPE/Ufam)

Espaço será voltado a promover parcerias e políticas capazes de desenvolver o setor energético amazonense  sob a perspectiva da sustentabilidade. Primeira reunião do Fórum será no dia 26 de abril, a partir das 8h30, no auditório Rio Jutaí, da Faculdade de Tecnologia (FT).

 

 Representando o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, proferiu discurso na abertura do eventoRepresentando o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga, a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, proferiu discurso na abertura do eventoPor Márcia Grana

Equipe Ascom Ufam

Na manhã desta quinta-feira, 14, aconteceu a solenidade de lançamento do Fórum Permanente de Energia (FPE/Ufam). O Fórum tem o propósito de ser um ambiente de reflexão acerca da problemática energética estadual, ao mesmo tempo em que  direciona políticas alinhadas ao desenvolvimento sustentável.

 

De acordo com o presidente do Fórum e atual diretor do Centro de Desenvolvimento Energético da Ufam (CDEAM), professor Rubem César Rodrigues Souza, a criação do Fórum é uma ação pioneira. Durante seu pronunciamento, ele apresentou o cenário energético do Amazonas e destacou em que atividades o Fórum pode se empenhar. “O que nos chama atenção é que apenas 20% da matriz energética de nosso estado é renovável. Ao mesmo tempo, temos a existência de uma diversidade de recursos energéticos: hídrico, solar, biomassa, o que nos dá oportunidade de avaliar rotas tecnológicas alternativas e o Fórum lançado hoje vai se dedicar a estabelecer parcerias e conceber propostas de políticas públicas para o desenvolvimento do setor energético do estado do Amazonas”, ressaltou o presidente do Fórum. 

 

Representando o reitor da Ufam na solenidade de lançamento do Fórum, a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professora Kleomara Cerquinho, declarou que se tratava de um momento muito importante para a Ufam. “Sejam muito bem-vindos a este momento tão marcante para a Universidade Federal do Amazonas. A administração superior de nossa Universidade deseja proporcionar todas as condições para que essas iniciativas do Fórum se desenvolvam e sejam marcadas pelo êxito”.

 

A diretora da Faculdade de Tecnologia da Ufam, professora Patrícia Braga, parabenizou o professor Rubem pela iniciativa. “Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer a presença das autoridades. Também desejo parabenizar o professor Rubem pela iniciativa do CDEAM. As pesquisas desenvolvidas pelo CDEAM são marcadas por significativos avanços e contribuem muito para o reconhecimento de nossa unidade acadêmica”, destacou a diretora.

 

Autoridades estaduais e municipais prestigiaram o lançamento do FórumAutoridades estaduais e municipais prestigiaram o lançamento do FórumRepresentando o Governador do Amazonas, o assessor de Planejamento da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Manoel Paiva, também elogiou a iniciativa da Universidade Federal do Amazonas de criar o Fórum. “Queremos parabenizar a Ufam pela iniciativa. Estamos entusiasmados para traçar as diretrizes do setor energético do estado. Trazemos nosso apoio e afirmo que o governo do Amazonas participará de maneira direta e efetiva desse Fórum”, ressaltou o representante do Governo do Amazonas.

 

Representante da Prefeitura de Manaus no evento, a Secretária Municipal de Educação, Kátia Schweickardt afirmou que a iniciativa de criação do Fórum trará importantes contribuições e anunciou a Secretaria que representará a Prefeitura no Fórum. “O prefeito Arthur Virgílio Neto entende que esse fórum é fundamental para a otimização do uso de recursos. Quem vai representar a prefeitura no Fórum será a Secretaria Municipal de Parcerias e Processos Estratégicos”, declarou a secretária de Educação municipal.

 

Encaminhamentos 

O lançamento do Fórum foi realizado no Auditório Rio Jutaí da Faculdade de Tecnologia (FT), setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho. A primeira reunião será no dia 26 de abril, às 8h30. A pauta da primeira reunião será uma apresentação de 10 minutos de cada instituição participante acerca de questões prioritárias.