De Bakhtin a Libras, II SELIT encerra a viagem ao mundo da Literatura

Durante três dias, o II Seminário de Literatura (II SELIT) proporcionou uma volta ao mundo da literatura. No terceiro e último dia do evento, os temas expostos abordaram desde clássicos como Bakhtin até o que de mais atual há, como a literatura voltada para as pessoas com deficiência auditiva, cujos textos são escritos na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). O II SELIT visou integrar os cursos de Letras, língua e literatura da Universidade expondo trabalhos de pesquisa realizados por professores e estudantes nas diferentes línguas. 

Iniciando a programação, foi realizada a mesa-redonda que tratou da literatura contemporânea brasileira, da qual participaram os professores Keyla Cardoso, apresentando a temática “Entre Bakhtin e Barros: uma conversa sobre o discurso poético”, Carlos Guedelha, que discorreu sobre a “Trajetória Lírica de Astrid Cabral”, e Kenedi Azevedo, pesquisador da luso-literatura na pós-modernidade.

Para a palestrante, professora Keyla Cardoso, o II SELIT contribuiu para fortalecer um dos tripés da universidade.  “O Seminário foi importante para incentivar a pesquisa universitária. Porque, quando nós apresentamos informações, recursos e teóricos novos, estamos incentivando os alunos a dedicarem-se à pesquisa.  Eu apresentei meu trabalho sobre Bakhtin e Barros. Por que não desenvolver  um sobre Bakhtin e um outro poeta?, instigou a professora.

O II Seminário de Literatura ofereceu vasta programação que começava às 14h e seguia até às 21h. A agenda do terceiro dia foi um exemplo disso. Enquanto no auditório Rio Solimões eram realizadas as palestras, no Rio Negro, ocorria a oficina “A Literatura Surda existente e a Literatura Surda em construção na UFAM com o Projeto Tradução de contos da Literatura para surdos” ministrada pela professora Rosilene Marinho. A seguir, houve a exposição dos trabalhos indígenas. Os professores Gabriel Arcanjo e Roberta Enir Neves e a discente Kamila Freire de Oliveira fizeram as explanações. Às 18h, continuaram as atividades do minicurso “Narrativas audiovisuais: um percurso discursivo”, cuja liderança foi dada ao professor Luiz Carlos Martins.  Paralelamente, o professor Marcos Frederico Kruguer era o preletor da conferência “Diálogos a partir da Obra: Amazônia - Mito e Literatura”. O Hall do ICHL foi o palco para diferentes manifestações artísticas, como a exposição de artes plásticas e musicais. 

A aluna do 4º período de Letras, Língua e Literatura Espanhola, Kamila Oliveira expôs os resultados da pesquisa desenvolvida acerca da lei 11.645 que trata da obrigatoriedade do ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena nas escolas do país. De acordo com a jovem pesquisadora, o evento permitiu que ela dividisse com os participantes um pouco do que aprendeu sobre o tema. “O meu objetivo aqui é desconstruir algumas ideias equivocadas sobre os indígenas e os africanos. Eu mesma as tinha anteriormente. Agora, com o trabalho, não possuo mais essa visão e gostaria de ajudar outros a não tê-las também”, declarou. 

Para a estudante Sarah Talita Castro Rabelo, o II SELIT propiciou a ampliação do aprendizado da sala de aula. “Nós tivemos a oportunidade de adquirir conhecimento acerca de assuntos novos como, por exemplo, a literatura africana, que foi tema de uma das oficinas. É algo recente e muito importante para a nossa formação profissional”, salientou.

Catarina Lemes, membro da equipe que coordenou o Seminário, expressou a satisfação com o trabalho realizado. “Todas as nossas expectativas foram alcançadas. Tivemos a participação expressiva do público durante os três dias. Todos nós, da organização, estamos muito felizes por termos obtido o resultado que queríamos e já estamos pensando no próximo evento”, comemorou a discente. 

Nota de Esclarecimento da Reitoria sobre as ocorrências no 1º turno

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO
 
A Universidade Federal do Amazonas, representada pelo Reitor em exercício Professor Luiz Frederico Mendes dos Reis Arruda, esclarece à Comunidade Universitária da UFAM que as listas de votantes utilizadas pelas mesas receptoras de votos no processo de Consulta para Reitor (a) e Vice-Reitor (Gestão 2013/2017) foram emitidas pelos órgãos competentes desta Instituição e para efeito de eliminação de duplicidades de nomes foram cruzadas as listas de votantes pelo Centro de Processamento de Dados. Portanto, não cabe atribuir as ocorrências detectadas no 1º Turno, tais como, as eventuais ausências de nomes de professores, técnico- administrativos e alunos, como também a presença de nomes em listas diferentes das suas unidades de origem, à Comissão Central de Consulta, a qual deliberou não retirar, incluir ou transferir quaisquer nomes das listas para votação no 2º turno.
 
Manaus, 02 de abril de 2013.
 
LUIZ FREDERICO MENDES DOS REIS ARRUDA
Pró–Reitor de Extensão e Interiorização,
no exercício do cargo de Reitor

PROCOMUM chama atenção para recadastramento de estudantes inscritos no Passa Fácil

Todo estudante que fez o cadastro em 2013 deve atualizar suas informações para garantir o direito de continuar usando a meia passagem no ano corrente. Ele deve se recadastrar a partir do dia 25 de abril, por meio do link http://estudantes.manaus.am.gov.br/
 
É importante que o aluno atualize seus dados no recadastro, incluindo informações como: se passou de ano, se foi reprovado, se mudou de escola, se está matriculado em um novo curso ou se encerrou alguma atividade escolar citada no antigo cadastro.
 
Esses dados serão avaliados pela Instituição que o aluno citou no recadastramento, fazendo um cruzamento de informações entre as instituições de ensino e o recadastro dos estudantes. Depois que a instituição de ensino validar as informações, o aluno tem seu recadastro aprovado e o Cartão PassaFácil, liberado para a compra de créditos e ser usado com a meia passagem.
 
O recadastro tem o objetivo de evitar fraudes no sistema da meia passagem e garantir esse benefício aos verdadeiros estudantes. 
 
O recadastro de estudantes no sistema da meia passagem está previsto no Decreto nº 2.014 de 14 de novembro de 2012 que estabelece o Calendário de Atividades para o Cadastro e Recadastro relativo ao benefício da meia passagem 2013. Mais informações pelo telefone (92) 3305-1795.