Filmes do Oscar são destaques no Cine Vídeo Tarumã

Esta semana o Cine Vídeo Tarumã dedica sua programação para os filmes que receberam prêmios na última edição do Oscar. O projeto irá exibir os vencedores dos prêmios de Melhor Direção, Melhor Atriz e Melhor Filme, respectivamente nos dias 18, 20 e 22. As sessões são gratuitas e ocorrem sempre às 12h30 no auditório Rio Negro, localizado no hall do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS).

Na segunda-feira, 18, o projeto exibirá "Roma", filme que recebeu os prêmios de Melhor Direção, Fotografia e Filme Estrangeiro na cerimônia, além de outras sete indicações. O filme é dirigido por Alfonso Cuarón, de sucessos como Gravidade e Filhos da Esperança, e a história do filme é baseado na infância do mexicano. No longa, acompanhamos a vida da doméstica Cleo, de descendência indígena, que trabalha para uma família de classe média alta no bairro Roma, na Cidade do México. 

Na quarta-feira, 20, é a vez de exibir "A Favorita", do cineasta grego Yorgos Lanthimos. Conhecido pelos filmes "O Lagosta" e "Dentes Caninos", Lanthimos dessa vez investe na corte da Rainha Anne da Inglaterra. O filme se passa no início do século 18 e reflete as contradições e excessos da corte de Anne, onde esta entra em conflito para escolher quem será sua favorita. O filme conta com a vencedora do Oscar de Melhor Atriz, Olivia Colman, além das atrizes Rachel Weisz e Emma Stone.

Na sexta-feira, 22, o projeto encerra sua programação com vencedor do Oscar de Melhor Filme, Green Book. Dirigido por Peter Farrelly e com os atores Viggo Mortensen e Mahershala Ali nos papéis principais, o filme conta a história da amizade entre Tony "Lip" e Don Shirley. Shirley é pianista e é convidado para uma turnê pelo sul racista norte-americano. Ele chama o igualmente racista Tony "Lip" para ser seu motorista, mas a viagem acaba mudando as concepções deste último.

Unidade SIASS/Ufam divulga programação anual de eventos para servidores

 

De acordo com o que determina a Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal (PASS) em seu eixo de promoção de saúde a Unidade SIASS/Ufam por meio de sua equipe multidisciplinar divulga seu calendário de eventos voltado à prevenção e promoção de saúde dos servidores da Ufam e dos demais órgãos partícipes (Abin, Anatel, Ifam, Censipam, Funai, Incra, Ibama, IBGE, Friocruz, ICMBio).  As atividades serão realizadas em parceria com a CSST, Cai/DSQV, CTD/Progesp e Feff/Ufam.

 

Programação

23/04/2019 – II Mesa Redonda Abril Verde “Saúde e Segurança no Trabalho”

22/05/2019 – II Circuito de Saúde do Servidor

24/09/2019 a 27/09/2019 III Semana de Saúde Mental do Servidor Público Federal

Mais informações serão divulgadas próximo aos eventos ou solicitadas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (NOTA-SIASS-2019.pdf)NOTA-SIASS-2019[ ]89 kB

Ufam sedia evento do ‘Globo Universidade’ e do ‘Profissão Repórter’ nesta segunda, 18. Participe

Quem estiver na palestra pode inscrever sua reportagem no Globo Lab. Caso seja selecionada, o autor terá vivência de cinco dias com a equipe do ‘Profissão Repórter’, além da mentoria de Caco Barcelos e equipe

Por Cristiane Souza
Equipe Ascom Ufam

Numa oportunidade de aprofundar os conhecimentos da prática da reportagem televisiva, estudantes de Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e demais instituições de ensino superior estão convidados a participar do Laboratório de Ideias que será liderado por produtores do Globo Universidade e do Programa Profissão Repórter. O encontro será nesta segunda-feira, 18, às 9h, no auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais (FES), localizado no setor Norte do Campus Universitário. A participação é aberta e gratuita.

Além de explicar e dar dicas sobre a produção jornalística e a realização de reportagens para a TV, a equipe esclarecerá aos acadêmicos de Jornalismo sobre o desafio que está lançado. Ele consiste na submissão de uma reportagem televisiva, que deverá ser inscrita no Globo Lab. Caso a produção seja selecionada, o autor será premiado com cinco dias de vivência para reeditar o seu trabalho com a mentoria de Caco Barcelos e equipe.

Além dos futuros repórteres, todos os interessados no tema serão bem-vindos no auditório. “O público de interesse são os acadêmicos de jornalismo, mas também podem participar discentes de outros cursos de comunicação, sem qualquer custo. Basta se cadastrar pelo QR Code para que o nome conste no banco de dados da instituição. Todos os cursos de Jornalismo de Manaus, representados pelos seus acadêmicos e docentes, foram convidados, inclusive do nosso curso da Ufam em Parintins”, explica o diretor da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), professor Allan Rodrigues.

Também jornalista e docente do curso, ele esclarece que essa é uma excelente oportunidade de conhecer um pouco da prática profissional ainda na condição de discente. “Como diretor cultural da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), eu mantenho relações institucionais com o Globo Universidade, de forma que eu solicitei que nós fôssemos incluídos na agenda de eventos em Manaus”, diz o professor Allan Rodrigues, ao explicar que, para os encontros, são contempladas várias instituições brasileiras, uma por capital. “Na Região Norte, Manaus está recebendo este evento, que será realizado por intermédio da FIC”, comemora o gestor da Unidade Acadêmica.

Desafio da Reportagem

Para os que contam os dias para estar nos estúdios do ‘Profissão Repórter’, durante o evento, serão explicados os procedimentos necessários para a participação no desafio. A primeira dica é que somente serão selecionadas reportagens para TV, e a escolha do melhor trabalho ficará a cargo da equipe do Globo Universidade e do programa da TV aberta.

“A gente tem buscado, na direção da FIC, fazer que nossos cursos tenham cada vez mais oportunidades, para que os nossos acadêmicos possam ter uma formação completa. A relação com o mercado de trabalho é uma das frentes que nós temos fortalecido. No contexto dessa parceria com o Globo Universidade, a relação é interessante, porque já existe um olhar para o estudante e a inserção no mercado de trabalho”, avalia o professor Allan Rodrigues.

Em complemento, o docente enfatiza a importância de atividades do tipo para a formação plena do profissional.  “Com isso, esperamos que ele chegue ao mercado com uma visão dos processos, além de já ir construindo o seu portfólio”, frisa.

No curso de Jornalismo ofertado pela Ufam, há um conjunto de disciplinas voltadas para o telejornalismo, por exemplo, Técnica de Reportagem, Entrevista e Pesquisa Jornalística III, Oficina de TV Convencional e Web TV, Técnica de Redação para Jornalismo III e Jornalismo Especializado, além de outras que também contemplam a produção audiovisual.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Evento Profissão Repórter.jpeg)Evento Profissão Repórter[ ]132 kB

Seminário aborda o papel da Ufam no processo de desenvolvimento do Amazonas

Por Juscelino Simões
Equipe Ascom

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) por meio das Pró-Reitorias de Extensão (Proext) e Ensino de Graduação (Proeg) e o Fórum para o Desenvolvimento do Amazonas realizam o seminário ‘O papel da Ufam no processo de desenvolvimento do Amazonas – A universidade que temos, a universidade que queremos e a universidade possível’, no dia 28 de março, das 8h às 12h, no auditório Rio Amazonas da Faculdade de Estudos Sociais, no setor Norte do Campus.

O professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio) e da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), José Ribamar Bessa Freire será o conferencista do evento. Os professores Almir Menezes, Maurício Brilhante Mendonça e Antonio de Pádua da Ufam participam como debatedores.

A comunidade acadêmica está convidada a participar do evento que propõe discutir o papel da universidade na produção do conhecimento, seu arcabouço teórico e seu compromisso cultural na área em que está inserida. O seu papel histórico na reconstrução social e econômica dos países também marca o evento. O professor José Ribamar Bessa Freire é um importante pesquisador amazonense que atua em universidades brasileiras e também é ex-professor da Ufam. É reconhecido pela comunidade acadêmica pela reflexão acerca do tratamento dado pelas universidades da região amazônica aos saberes populares, entre outros assuntos.

“É interessante refletir sobre o tratamento dado pelas universidades existentes na região e por aquelas que se pretende criar aos saberes populares que circulam nas narrativas orais, nos cantos e na poesia, assim como o lugar que atribui às línguas amazônicas e às taxonomias nelas produzidas. E hoje, o que existe de Amazônia dentro das nossas universidades? O que existe de Brasil? Como as universidades amazônicas podem promover esses encontros de saberes?”, disse o professor José Ribamar Bessa. 

Assembleia Geral do Fórum das Licenciaturas debate Residência Pedagógica em 19 de março

O Fórum Permanente das Licenciaturas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) realiza, nesta terça-feira, 19, a sua 1ª Assembleia anual, cujo tema pautado é “Programa de Residência Pedagógica”. O evento será a partir das 9h, no auditório Paulo Bürheim, localizado na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), setor Sul do Campus Universitário.

Sobre o Fórum

A partir de agora, as discussões sobre as dificuldades e os desafios enfrentadas para quem forma professores e por quem luta para ser professor, ganhou espaço e notoriedade na Ufam.

Desde 2010 quando foi instituído o Fórum das Licenciaturas, as ações desencadeadas iniciaram de forma tímida considerando compartimentalização da Universidade. Assim, o Fórum é um espaço de interlocução acadêmica sobre a formação inicial e contínua de professores na universidade Federal do Amazonas que visa a:

  • Discutir questões articuladoras com a formação e a prática docente, analisando seus desafios e impactos na sociedade, como: reestruturação curricular dos cursos de licenciaturas; Identidade docente; Estágio curricular supervisionado; Prática como componente curricular; Avaliação da aprendizagem no ensino superior.
  • Congregar discentes e docentes das licenciaturas da Ufam;
  • Constituir-se em espaço de interlocução acadêmica sobre formação de professores;
  • Discutir as políticas para os cursos de licenciaturas da Ufam;
  • Definir posição institucional sobre o atendimento às demandas de formação de professores colocadas para as Instituições de Ensino Superior – IES.

O Fórum garante a representação dos discentes e docentes engajados na busca da melhoria no processo de formação de professores. As ações desenvolvidas, pelo fórum, contou com o apoio da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior a partir do Programa de Consolidação das Licenciaturas – Prodocência, garantindo recursos para a operacionalização das mudanças estruturantes nos currículos dos cursos das licenciaturas. Vale registrar que a ação do fórum vem obtendo êxito, diante das participações dos acadêmicos e professores nas assembleias realizadas bimestralmente.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (FORUM-LICENCIATURAS-2019.jpg)Convite[ ]232 kB

Ufam e parceiros promovem Corrida e Caminhada Solidária em homenagem aos 110 anos da Universidade

Alimentos não-perecíveis arrecadados durante as inscrições serão destinados a entidades filantrópicas como o Abrigo Coração do Pai e a Associação Pestalozzi

Abrigo O Coração do Pai será uma das instituições beneficiadas pela Corrida e Caminhada SolidáriaAbrigo O Coração do Pai será uma das instituições beneficiadas pela Corrida e Caminhada SolidáriaPor Márcia Grana
Equipe Ascom Ufam

A Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (Feff/Ufam), através do Projeto Universidade Campeã e em parceria com a GYC Produções Audiovisuais e Eventos, promove, no dia 7 de abril de 2019, uma Corrida e Caminhada solidária para homenagear os 110 anos da Ufam.

O evento, designado Corrida e Caminhada Solidária Ufam 110 anos: construindo o futuro na Amazônia, ocorre no dia 7 de abril de 2019, no campus da Ufam em Manaus.

Segundo o coordenador do Projeto Universidade Campeã, professor Gilmar Couto, o evento tem o objetivo de proporcionar aos participantes uma experiência marcante nas trilhas do Campus Universitário, ao mesmo tempo que se trata de uma iniciativa solidária. “A prova terá a distância de 5 km. Todo o percurso será balizado, facilitando o reconhecimento e minimizando o risco de acidentes. Utilizaremos um terreno acidentado, irregular e pouco utilizado, com água, areia, pedras e desnível no perímetro. Trata-se também de um evento solidário, visto que, os participantes com suas inscrições colaborarão com as entidades filantrópicas: Abrigo Coração do Pai e Associação Pestalozzi, visando melhorar a condição de vida de algumas crianças, adolescentes e jovens de Manaus”, explicou .

Inscrições

Podem se inscrever na Corrida, homens e mulheres nascidos até 31 de dezembro de 2003 ou menores, desde que acompanhados pelos responsáveis. As inscrições estão abertas desde o dia 27 de janeiro no site do evento .

O valor integral da inscrição é R$ 100,00 (cem reais), mas beneficiários da meia entrada (idosos, PCD´s e estudantes) pagam valor diferenciado. O público em geral também pode fazer uso do valor solidário diferenciado da inscrição, desde que o participante, ao efetivar a inscrição, adquira, obrigatoriamente, por intermédio da organização do evento, um quilo de alimento não perecível, que será doado às instituições filantrópicas Abrigo Coração do Pai e Associação Pestalozzi.

Os preços solidários variam de R$30 a R$50. A comunidade Ufam, por exemplo, ao aderir ao preço solidário estipulado em R$ 40, tem direito a kit composto por camisa, água, medalha, número de peito e o quilo de alimento que será doado para as instituições. A Largada da corrida/caminhada será às 7h, mas os participantes devem comparecer ao local com antecedência para concentração e aquecimento.

Para conferir mais informações sobre a corrida/caminhada, acesse o link de apresentação do evento