“Um pouco do Cinema Nórdico” é o tema da próxima semana no Cine & Vídeo Tarumã

Na última semana de agosto, o Cine & Vídeo Tarumã, da Ufam, apresenta, em sua programação, um pequeno panorama do cinema do norte da Europa, dos países nórdicos, mais precisamente escandinavos.

O nome da semana é “Um Pouco do Cinema Nórdico” e nela serão apresentados filmes atuais da Suécia, Noruega e Finlândia. Depois de certa aceitabilidade e proeminência nos anos 1960 a 1980, quando o cinema dos países nórdicos, notadamente o da Suécia, ganhou destaque mundial com seu ícone maior Ingmar Bergman, a produção deste século 21 luta por romper os cânones hegemônicos do cinema de estilo mundial/comercial e lança alguns cineastas que, às vezes, ousam propor leituras diferentes.

Esse é o caso de Aki Kaurismaki e Lukas Moodysoon. Quanto ao gênero, a produção nórdica está diversificada, ganhando com isso destaque em vários festivais e chegando a disputar o Oscar. É o reconhecimento de sua aceitação pelo público e a crítica.

 

 

Gelo Negro

Na segunda feira, dia 26, o filme a ser apresentado é “Gelo Negro”, do diretor finlandês Petri Kotwica. No filme, Saara é uma médica de meia-idade que um dia descobre que seu marido, o arquiteto Leo, está tendo um caso com uma mulher mais jovem, Tuuli. Em vez de revelar sua verdadeira identidade, Saara finge ser outra pessoa e faz amizade com Tuuli. 

Ao mesmo tempo, ela está planejando a melhor maneira de vingar-se do seu marido e sua amante. Erotismo com pitadas de drama, realismo fantástico, e humor negro marcam este premiado filme finlandês, vencedor de mais de nove prêmios em festivais internacionais e indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim. 

 

 

Caro Sr Horten

Na quarta-feira, dia 28, será exibido o filme “Caro Sr. Horten”, do diretor norueguês Bent Hamer. Na comédia dramática, Odd Horten é confiável e contido: ele é um engenheiro de trem que irá se aposentar após 40 anos de serviço, vivendo uma vida simples. Sua ideia de aventura é voar de uma cidade na Noruega para outra.

Começando na noite do seu jantar de aposentadoria, Odd tem uma série de experiências inusitadas: um menino insiste que Odd fique ao seu lado até que ele adormeça; ele testemunha uma prisão; auxilia um idoso e faz um amigo; faz uma viagem com um motorista de olhos vendados; adota um cão. As desventuras fazem com que Odd perca sua última corrida e ele se pergunta, afinal, como ele deve viver o resto de sua vida.

 

 

 

 

Patrick, 15

Fechando a programação, na sexta feira, dia 30, o filme que será exibido é “Patrik, 1.5”, da diretora sueca Ella Lemhagen. O longa conta a história de um casal gay que adota quem eles acreditam ser um bebê de um ano e meio de idade (1.5) chamado Patrik. No entanto, quando o menino chega, ele não é bem o que os dois esperavam.

Houve um erro de digitação na idade do garoto e o casal recebe um jovem de 15 anos, homofóbico e com um passado criminoso. Entretanto, o que no início parece ser um conflito insolúvel, aos poucos se revela uma sensível descoberta da amizade e do amor paterno, entre pessoas totalmente estranhas umas às outras.

 

 

 

Pausa

Na semana seguinte, as atividades do Cine & Vídeo Tarumã sofrem uma interrupção por conta da realização do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, o Intercom, de caráter nacional e recheado de atividades.  

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no Setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da Take Video Locadora.