Ufam abre inscrições para Curso de Capacitação para Docentes 2019

Por André Aureliano 
Especial para Ascom/Ufam

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), abre inscrições para o Curso de Capacitação para Docentes 2019 na Escola de Enfermagem de Manaus (EEM). O evento, realizado entre 8 a 10 de maio, terá a palestra ‘Metodologias Ativas na Educação Superior’, a ser proferida pela professora Neusi Aparecida Navas Berbel, da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

O curso é voltado para docentes da educação superior, profissionais envolvidos com a graduação e discentes dos cursos das diversas áreas do conhecimento. A abertura, que terá acesso livre a toda comunidade acadêmica, ocorrerá no dia 8, às 9h, no auditório Eulálio Chaves, no setor Sul do Campus Universitário. Às 14h serão iniciadas as oficinas formativas direcionadas ao público-alvo na EEM.

Para a diretora do Departamento de Apoio ao Ensino (DAE) da Proeg/Ufam, Raimunda Saboia, o “curso surge com a intenção de orientar os docentes da Ufam com os conhecimentos relativos às metodologias ativas para melhoria das práticas docentes e do alcance da qualidade do ensino”.

A formação será ofertada para 40 professores, distribuídos em todas as unidades acadêmicas da Ufam. Posteriormente, eles serão os responsáveis por multiplicar o conhecimento em suas respectivas áreas de atuação. Além desses profissionais, serão capacitados todos os pedagogos do DAE, já que estes últimos serão incumbidos de acompanhar e orientar os multiplicadores. 

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.eventos.ufam.edu.br/eventos/home/login. O prazo será do dia 17 de abril ao dia 7 de maio para os interessados na palestra de abertura e até o dia 30 de abril para os 40 docentes indicados pelas respectivas unidades acadêmicas.

Metodologias Ativas

Segundo Raimunda Saboia, as metodologias ativas desenvolvem as potencialidades do aluno como sujeito construtor do seu próprio conhecimento, nas quais o professor é entendido como um facilitador no processo ensino-aprendizagem. “É um ensino diferenciado e pautado na centralidade do aluno como ator principal na construção do seu conhecimento”, finaliza.