• Por unanimidade, Consuni aprova nota em defesa da autonomia universitária

  • Em votação uninânime, Consad aprova nota em defesa da autonomia universitária

  • Mentor do Projeto Oftalmologia Humanitária, vice-reitor será homenageado em Congresso Brasileiro

  • Proext alinha programação para promover o 'Desperta Ufam', no próximo dia 5

  • Projeções serão apresentadas ao Conselho Universitário nesta quinta-feira, 23

  • Somando-se as modalidades, foram deferidos 370 auxílios. Do resultado preliminar é cabível recurso.

  • Ufam apresenta mapa da vulnerabilidade socioeconômica dos discentes durante coletiva

  • Proplan informa sobre documentos para previsão de arrecadação de convênios

  • XIII Juufam ocorre entre os dias 18 e 26 de julho

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Calouros com as melhores notas de 2019 são homenageados pela Ufam

Reconhecimento foi conferido pelo reitor, professor Sylvio Puga, aos alunos que obtiveram as melhores notas no Processo Seletivo Contínuo (PSC); Sistema de Seleção Unificada (SISU) e no Processo Seletivo específico para o curso de Letras - Língua Brasileira de Sinais (PSeLib)2019

Por Márcia Grana
Equipe Ascom/Ufam

Em sessão de reconhecimento realizada no Gabinete do reitor na manhã desta quinta-feira, 16, oito alunos ingressantes na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) em 2019 foram agraciados com placas de honra ao mérito.

Samantha Brandão Romero, Alana Nogueira da Silva, Igor Lorenzo Ribeiro de Oliveira, Gabriel Balbino Nogueira, Geovana dos Santos Magalhães, Luana Motta de Oliveira Souza, Renan Moreira Rodrigues e Joniel Aranha de Souza são oscalouros que se destacaram por terem alcançado as melhores notas no Processo Seletivo Contínuo (PSC), no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Processo Seletivo Específico para o curso de Letras - Língua Brasileira de Sinais (PSELIB).

Durante a solenidade, o reitor, professor Sylvio Puga, deu as boas-vindas aos alunos aprovados para a única universidade pública federal do estado. “É um prazer estar com a professora Ana Galotta, que é a diretora da Comissão Permanente de Concursos da Universidade e com a com a diretora do Departamento de Registro Acadêmico da Ufam, Izaura Jardim, neste momento de celebração. Quero dizer a vocês que a Ufam sente bastante orgulho em recebê-los e esperamos que a permanência de vocês aqui seja marcante no Ensino, na Pesquisa e na Extensão”, discursou o reitor.

 

Luta e dedicação

Egresso do Colégio Brasileiro Pedro Silvestre, Joniel de Sousa conquistou a maior nota entre os candidatos deficientes auditivos para cursar a graduação em Letras - Língua Brasileira de Sinais. “Eu me esforcei bastante. Pedi ajuda dos professores, pois eu tinha bastante dificuldade, principalmente em Língua portuguesa, mas eu sempre soube que seria capaz de cursar o ensino superior e, na primeira tentativa, consegui passar. Eu aguardei o resultado ansiosamente e fiquei muito feliz com minha aprovação. Minha expectativa é ser professor do Ensino Fundamental e também penso em cursar o mestrado e doutorado”, declarou o aluno.

Luana Souza, que concluiu o Ensino Médio no Centro Educacional Adalberto Vale, ressalta o esforço que fez para conseguir uma vaga no ensino superior público federal. “Não foi fácil a minha jornada até a aprovação. Passar em medicina, apesar de difícil, é possível com dedicação e consistência. Agradeço, principalmente, o apoio da minha família e dos meus professores, essenciais para essa conquista. Apesar de ainda não ter escolhido uma especialidade, acredito que ao longo dos anos descobrirei do mais gosto, mas, por enquanto, as expectativas são ter uma formação de qualidade e ser uma boa profissional”, afirmou.

Reconhecimento bem-vindo

Também aprovado para o curso de Medicina, Igor de Oliveira, que é egresso do Colégio Militar da Polícia Militar II, obteve a maior média dentre as instituições estaduais. Ele afirmou que o reconhecimento da Ufam à trajetória dele é muito bem-vindo. “É gratificante o reconhecimento de anos de esforço e dedicação, não só meus, como também de minha família, principalmente de minha mãe, que em todos os momentos esteve presente para me ajudar. Ainda que eu não tenha uma especialidade em mente, espero ter uma ótima formação nesta instituição”, declarou o aluno.

ACESSO RÁPIDO