Agricultura Familiar na Amazônia é tema de Wokrshop

II Workshop de Pesquisa e Agricultura Familiar: Fortalecendo a Interação Ensine e PD&I para a Sustentabilidade, reúne alunos, professores, pesquisadores e agentes sociais, proporcionando intercâmbio científico e cultural de ideias, análises e debates relacionados a problemas enfrentados no meio rural. O evento é uma realização da Ufam e Embrapa Amazônia Ocidental, e acontece até o dia 23 de novembro, noAuditório Rio Solimões, no Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS, antigo ICHL) da Universidade Federal do Amazonas.

Segundo o agrônomo do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), Antônio Claret, eventos dessa natureza devem continuar. “O tema é importante para a sociedade, o objetivo é que a pesquisa, o ensino e a extensão rural, possam de uma forma conjunta chegar até o agricultor familiar e melhorar as condições de vida dele.”

Durante os três dias de evento, especialistas de diferentes instituições debatem temas referentes à agricultura familiar na região. A programação conta com palestras, mesas-redondas, além de sessões temáticas com apresentações de trabalhos de alunos, professores e pesquisadores. Diversos temas vão estar em debate durante o evento, como desenvolvimento econômico-social e agricultura familiar, territórios e políticas públicas na Amazônia; meio ambiente e sustentabilidade; organização social, cooperativismo e associativismo no meio rural; comercialização e mercados para agricultura familiar; entre outros temas. 

Neste evento, vários profissionais e pesquisadores expõe suas opiniões sobre a agricultura e o agricultor familiar que pode ser caracterizado como aquele que tem em sua base mão de obra familiar. Segundo o professor de economia da Ufam, Luis Roberto, não se pode privar o agricultor das inovações, das tecnologias e do melhoramento genético “O agricultor tem as mesmas necessidades que um urbano tem, ele quer ter um televisor, quer ter um carro, quer dar educação para os filhos, então a agricultura tem que ser tratada como negócio e precisa ser organizado como empresa.”

A partir desses debates, o objetivo é aprofundar teorias, metodologias e tecnologias que possam contribuir para o avanço da pesquisa e a introdução de inovação na agricultura familiar na Amazônia. 

Para mais informações sobre o evento, acesse: https://www.even3.com.br/wpaf2017